UM “SÁLVAME” EM 2020 COM RBD

UM “SÁLVAME” EM 2020 COM RBD

Na noite de ontem, 26 de dezembro de 2020, ano em que as normas de “salve-se quem puder” foram atualizadas, o grupo “RBD”, que tinha encerrado suas atividades há 12 anos – para nossa tristeza – resolveu colocar em nossos corações a nostalgia de inocência, do desejo de montar uma banda e de canções que trazem letras que fazem muito mais sentidos do que as tocadas nas “trends” do TikTok.

A live trouxe os maiores sucessos do grupo, mas com uma pitada de novidade em cada um delas, desde uma introdução até um ritmo diferente do que estamos acostumados. Além disso, é fato que mesmo 12 anos depois, a conexão entre Anahí, Maite, Christopher e Christian parece a mesma, o que nos aproximou ainda mais do grupo que tanto amamos e deliramos na nossa adolescência – até hoje para ser mais sinceros, né não?

Obviamente que a live ficou entre os assuntos mais comentados na internet. Embora eu queira destacar uma tag que me chamou muito atenção: #Lupita. Gente, é fato sim que Maite, apesar de todo talento, nunca foi a fav de muita gente, isso, claro, não significa que a galera não a amasse, mas que o #TeamAnahí e #TeamDulceMaria sempre teve um maior destaque, contudo parece que o jogo virou, não é mesmo? Mais do que nunca, nós pudemos constatar o brilho e talento de Maite, além da carreira belíssima que ela construiu como atriz após o término da novela Rebelde.

Ah, quero destacar três ponto:

  • a linda homenagem aos incríveis Alfonso e Dulce, que por motivos pessoais não puderam participar do momento, com a música “No Pares”;
  • A interpretação da canção “Sálvame” – estou chorando até agora;
  • e o encerramento com a icônica canção Rebelde.
Alef Jordi

Alef Jordi

Estudante de Letras, criador do blog Qualquer Coisa Vira-lata, Potterhead assumido e um sonhador sem limites. Sonha em publicar um livro antes dos 30. E ama promover ações sociais.

Um comentário em “UM “SÁLVAME” EM 2020 COM RBD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.