Tag: entrevista

ENTREVISTA COM A ESCRITORA JU PARRINI

Vira latas, provavelmente vocês viram no instagram, do blog, a foto que divulgamos da nossa nova parceira. Fevereiro foi um mês muito lindo! Conseguimos fechar duas parcerias, tanto com a Cinthia Freire, como com a linda da Ju Parrini (desculpa Ju pela intimidade).

Conheci o trabalho da Ju em 2015, no segundo semestre. Estava procurando um livro para comprar e eis que me deparo com uma história bastante tocante. Fiquei completamente curiosa por querer saber o que o livro da Ju possuía de tão mágico, já eu que li inúmeras resenhas que falavam tão bem dele.  O resto da história vocês já sabem, comprei os dois livros e entre risadas e crises de choro os devorei.

Hoje terei o prazer de perguntar a Ju tudo aquilo que me deixou curiosa, (ok não tudo, caso contrário a entrevista ficará longa). Gostaria de te agradecer imensamente tanto pela parceria, tanto por ter topado responder a entrevista, como por ter escrito o Alex (rsrs).

  1. Ju, quando partiu a vontade de escrever? “Depois Do Que Aconteceu” foi o seu primeiro livro?

A vontade de escrever sempre foi latente na minha vida. Quando adolescente, escrevi um livro, mas acabei perdendo por ter salvo em um disquete que desapareceu. (Sim! Era início da Era digital) hahaha Eu escrevia muitas poesias e poemas também, tendo meus amigos da escola como leitores. Construí uma família muito cedo e com as responsabilidades, deixei esse hobby adormecido.  Foi em março de 2014 que tudo começou. Estava em uma fase de leitora compulsiva, mal dormia — sou daquelas que diz: só mais um capítulo. Só mais um). E foi assim que senti vontade de criar algo. Depois do que aconteceu começou a ser postado no Wattpad, apenas para uma organização preliminar, sem esperar ser lida. Mas conforme os capítulos iam sendo postado, mais pessoas iam curtindo e foi assim que terminei meu primeiro livro. Graças a esses leitores Depois do que aconteceu atingiu a marca de 4 milhões de leituras na internet.

  1. Em quem você se inspirou para fazer a Isabel? Ela tem traços seus?

Ela não foi inspirada em alguém específico, porém eu acredito que sempre tem alguma coisa que identifique o autor. Isabel é loira e eu também. Isabel ama Dave Matthews e eu também. É… talvez tenha mais de mim do que eu pense. hahaha

  1. O Alex sem dúvidas é o personagem que antes de ler eu já tentava odiar. Todavia, foi amor ao primeiro parágrafo que eu senti por ele (rsrs). Quem te inspirou a escrevê-lo? Foi difícil construir esse personagem? Para descontrair, eu sei que, assim como eu, você é vascaína, há chances do Alex ser vascaíno? (Rsrs)

Alex é puro amor, não é? Ele é um personagem que oscila entre o amor e o ódio. Ou amam ou odeiam. Eu o amo. 😊 A doença mental sempre me intrigou. Principalmente, aquelas em que o doente consegue ter momentos de lucidez e consegue compreender tudo que está acontecendo. Foi um personagem complexo para ser desenvolvido diante da doença. Li muitos artigos, conversei com pessoas que possui a mesma doença e mergulhei em muita pesquisa. Alex é o retrato verídico de alguém com esquizofrenia.

Alex é vascaíno. Isabel também. Aliás, todos meus personagens! Hahaha — Aí está a semelhança comigo, viu! Até mesmo Henrique Soares, jogador de futebol do Barcelona, do meu outro livro Tudo ou nada, também é vascaíno hahaha

  1. Quais são os escritores que você sempre busca ler?

Atualmente? George M. Martin e Raphael Montes. Leio tudo deles e amo!

  1. Como é o seu processo de escrita? Prefere o dia ou à noite para escrever?

As madrugadas são inspiradoras. Tenho 2 filhos, então é fácil de entender o porquê.

Bônus: eu sei que além de “Depois que aconteceu” e “Antes que aconteça”, você possui outros babies literários. Conta para a gente um pouco de cada. E qual é o seu mais novo lançamento.

Sim! Tenho 5 livros publicados, 1 conto pela revista Abril e o 6º livro está caminho. Vou deixar aqui as sinopses que explica direitinho 😊

Novamente você foi lançado pela Suma de Letras em julho de 2016.

Maria Rita foi embora para nunca mais voltar. Deixou para trás o marido, os pais, as irmãs e uma vida de pobreza em uma cidade pequena da qual sempre quis sair. Doze anos depois, ela volta como partiu: sem maiores explicações. Mas agora Maria Rita é a sofisticada Miah, acostumada ao glamour e à vida superficial de Hollywood. Ao chegar, ela se dá conta de que não foi a única que mudou: seu ex-marido, Leonardo Júnior, agora é um homem bem-sucedido, diferente do caiçara com quem ela se casou ainda muito jovem. Empresário de sucesso, Léo parece ter superado o trauma de ser abandonado pelo grande amor de sua vida, até que reencontra a mulher que pensou que nunca mais veria. Apesar da mágoa, ele não consegue deixar de ter vislumbres de sua Maria Rita sob a pele da arrogante Miah. E resistir à antiga paixão será o maior desafio que já enfrentou.

Tudo ou nada está na Amazon apenas em e-book:
O que acontece quando o improvável se torna real?

Henrique Soares é um dos jogadores de futebol mais cobiçados no mundo. Seu rosto está constantemente na mídia, não apenas pelo seu talento em campo, mas também pelo sex appeal que deixa suas fãs alucinadas. Vive a vida intensamente, aproveitando tudo o que tem direito, gastando seus milhões, colecionando carros, casas, viagens e uma longa lista de mulheres que passam por sua cama.
Catarina é uma mulher simples e trabalhadora que precisa de pouco para ser feliz. O maior motivo que a faz sorrir é Ana, sua filha. Mãe solteira e desempregada, a jornalista fica diante de uma oportunidade de trabalho única, que irá transformar sua vida.

Dois estranhos que à primeira vista não tem nada em comum, mas que irão lutar com unhas e dentes contra a atração avassaladora que os une.

Enquanto o sol brilhar também está em e-book na Amazon:

Na monótona cidade provinciana de Vila Rica vive Mariana, filha única de pais amorosos, cresceu observando o amor verdadeiro de perto.

A jovem professora divide seu tempo entre as aulas que ministra para crianças na escola, os estudos e os trabalhos voluntários que exerce. Sua vida se transforma com a chegada do misterioso Dr. Miguel, um homem que coloca os seus pacientes em primeiro lugar, mas que mantém o seu passado em segredo.

Sem criar expectativas e tentando não levar tão a sério todo o desejo de desvendar os mistérios do doutor, Mariana será inebriada por sentimentos até então desconhecidos.

Nem sempre o passado pode ser esquecido e Mariana irá vivenciar em primeira mão o impacto de um grande segredo.
Quando a amizade e o encantamento dão lugar a uma admiração genuína, para chegar ao amor, é só uma questão de tempo.

Mundos Paralelos – Editora Abril – Lançamento – à venda em todas as Bancas e livrarias — 10 contos além da imaginação pelos escritores-fenômenos do Wattpad Brasil.

Com você  – Novo livro. – Lançamento dia 27 de Abril:

 Letícia Liana tinha motivos de sobra para comemorar a sua vida. Depois de ficar conhecida nacionalmente por escapar de um acidente aéreo fatal, a psicóloga divide seu tempo entre seu consultório, palestras motivacionais e vídeos na internet.

Sua vida era, aparentemente, perfeita. Porém, à noite, sozinha em seu quarto, afogada em pensamentos autodestrutivos, todas as cargas de ser o motivo de esperança para as pessoas pesavam e Letícia sentia no corpo e na alma as dores de um fortuito destino.

Conrado Vitti tinha problemas. Letícia sabia e a forma misteriosa que sentia desejo em ajudá-lo ia além das grosserias do homem com o coração ferido.

Decidido a confrontá-la por não concordar com seus conceitos, Conrado se vê diante do maior desafio da sua vida.

Divergindo opiniões sobre a vida, Conrado e Letícia terão que aprender juntos que a existência não é uma batalha de razões e sentidos. Ela precisa ser vivida, sem que o passado a interrompa impedindo-os de seguir em frente.

Muito obrigada por responder a nossa entrevista e por nos aceitar como seus parceiros!

Eu que agradeço a parceria e carinho! ❤

Aos leitores do Qualquer coisa vira Lata, um beijo enorme,

Juliana Parrini

 

ENTREVISTA COM A ESCRITORA SHIRLEI RAMOS

Shirley Ramos autora - qualquer coisa vira lata
FOTO: reprodução da internet

Antes de tudo, eu gostaria de agradecer a você, Shirlei Ramos, por nos ceder parte do seu tempo para responder algumas perguntinhas. Eu admiro muito o seu trabalho, amo dar ótimas gargalhadas e até mesmo suspirar por causa dos seus livros. Estou muito animada por você compartilhar conosco um pouquinho do seu mundo literário.

separador1

  1. De onde surge tanta inspiração para escrever tantos livros?

Antes de responder a primeira pergunta, gostaria de te agradecer, Samila, pela oportunidade e pelo apoio ao meu trabalho. É uma alegria muito grande responder às suas perguntas.

Bom, sendo sincera, eu não tenho ideia de onde vem toda a minha inspiração… rsrs… Mas, desde muito pequena, minha criatividade é exacerbada. Eu fui o tipo de criança que tinha até mesmo um amigo imaginário (a Marinha). As histórias simplesmente brotam na minha cabeça constantemente. Então, eu seleciono aquelas que acredito terem um bom enredo, as organizo e as coloco no “papel”.

  1. Você já chegou a confundir as suas histórias? Também gosto de escrever e várias vezes eu acabo trocando o nome dos meus personagens com de livros passados.

Nunca cheguei a confundir histórias, pois procuro “sair” dos personagens quando termino um livro antes de iniciar outro. Limpo bem a mente e mergulho num outro mundo totalmente novo. Porém, já troquei várias vezes os nomes de personagens secundários. Lembro-me de que, enquanto postava O Par Perfeito no Wattpad, troquei umas três vezes o nome da esposa falecida do Roberto. Foi uma leitora quem me avisou e eu corrigi o erro.

  1. Qual livro foi mais difícil para você escrever? Se você tivesse que escolher uma de suas obras para fazer continuação qual seria e por quê?

O livro mais difícil foi, com certeza, Lembranças de um amor. Eu estava passando por um período muito difícil em minha vida enquanto o escrevia e, várias vezes, temi não conseguir concluí-lo. Além disso, a história me exigiu muito emocionalmente devido aos dramas que viveram a Patrícia e o Gabriel, os protagonistas.

Sobre escolher uma das minhas obras para fazer continuação, eu não gosto muito de continuações, confesso, mas, se tivesse que escolher, seria A Missão de Anabel. Eu sinto falta de saber como foi o casamento da Anabel, se ela teve filhos, essas coisas… rsrs…

  1. Quais são os seus escritores favoritos de todos os tempos?

Tenho vários! Judith McNaught, Carina Rissi, Marina Carvalho, Samanta Holtz, Nina Reis, Aline Sant’Anna, Gisele Souza, Rachel Gibson, Bella Andre, Vanessa Bosso, Lygia Fagundes Telles, Chris Melo, Sophie Kinsella, Fernanda França.

  1. Qual é a sensação de lançar um livro por uma editora? Conta um pouquinho de como foi o processo e de quando o livro será lançado.

É a melhor sensação do mundo! Por quase dois anos batalhei por uma editora, mas nunca obtive resposta positiva. Já estava perdendo a esperança. Então, surgiu a Editora Coerência. A Lilian Vaccaro, a dona, não apenas acreditou no meu trabalho, como me recebeu com muito carinho e profissionalismo. Sinto que estou numa das melhores casas editoriais do Brasil.

Eu entrei em contato com a Lilian pelo Facebook e perguntei se ela aceitava analisar O Par Perfeito. Ela me respondeu que sim e, pouquíssimo tempo depois, me retornou com uma proposta de publicação. Eu adorei a proposta e fechamos contrato. E, de lá para cá, só tenho coisas maravilhosas para falar sobre ela, a editora e os autores da Coerência. Todos muito unidos e verdadeiramente imbuídos da vontade de ver a literatura nacional crescer.

  1. Você simplesmente não para de escrever. Recentemente você lançou o e-book Lembranças de um amor. Mas já estar trabalhando em um novo, qual é a história do mais novo bebê?

Sou uma autora hiperativa, admito… rsrs… Não consigo ficar muito tempo sem escrever, me dá certa angústia, como se faltasse algo dentro de mim. Assim que coloquei a palavra “fim” em Lembranças de um amor, uma nova história começou a germinar dentro de mim. No início, pensei em escrever apenas um conto com as ideias, porém, pouco a pouco, estou tendo certeza de que ela dará um novo romance. Já até batizei com o nome de Doce Recomeço. Existem certos mistérios nela sobre os quais quero fazer surpresa, mas posso dizer que será um New Adult, narrado em primeira pessoa, intercalando a Cecília e o Julius. A Cecília é uma moça de 22 anos, estudante de Serviço Social e atendente numa confeitaria. Será uma mocinha corajosa, decidida e determinada (um pouco diferente das minhas outras mocinhas, que tinham medo de correr atrás de seus sonhos). Já o Julius… não posso dar muito detalhes (nele mora o mistério do livro…rs), mas ele será um mocinho bastante fechado, aparentemente rude e de poucas palavras (bem diferente também dos meus outros mocinhos…rs).

  1. Para finalizar, qual personagem é mais parecida com você? E qual personagem masculino é o seu favorito? Eu morro de amores pelo Brian <3

Acho que a personagem que mais se parece comigo é a Patrícia, de Lembranças de um amor. Assim como a Patrícia, eu sou muito romântica, perdoo as pessoas com a maior facilidade do mundo, amo praia, livros e sou insegura com a minha aparência.

Meu personagem masculino favorito é o Gabriel (que os outros não me ouçam…rs). Sou apaixonada pelo lado humanitário dele e pela personalidade carinhosa.

Ah, sua linda! Muito feliz por você gostar tanto do Brian <3

separador2

Shirlei, muitíssimo obrigada por responder essas perguntas. Desejo a você todo o sucesso do mundo sempre! Eu que agradeço pelo convite, querida Samila! Amei demais todas as perguntas. Muito criativas. Obrigada demais por todo carinho <3

VITRINE

A MISSÃO DE ANABEL – SHIRLEI RAMOS / Editora: Amazon / Valor: R$ 6,99 (compre aqui)

MUNDOS OPOSTOS – SHIRLEI RAMOS / Editora: Amazon / Valor: R$ 8,99 (compre aqui)

O PAR PERFEITO – SHIRLEI RAMOS / Editora: Amazon / Valor: R$ 1,99 (compre aqui)

ATRAÇÃO EXPLOSIVA – SHIRLEI RAMOS / Editora: Amazon / Valor: R$ 6,99 (compre aqui)

UM PAPO COM A AUTORA BEATRIZ CORTES

Olá, Vira Latas. Hoje trouxemos um post super especial. Fizemos um rápido bate-papo com a autora Beatriz Cortes. Ela já lançou três livros físicos: Aonde Quer Que Eu Vá, Por Uma Questão de Amor e O Outro Lado da Memória. E um ebook (whattpad): Meu Doce Azar. Teremos resenha de todos eles em breve aqui no blog. Ler já é um amorzinho, mas ler de autor nacional deixa o clima ainda melhor.

Beatriz tem 22 anos, bailarina, estudante de Psicologia e uma contadora de histórias por amor. Então se liga nas perguntas que fizemos a ela sobre seu processo de escrita e sua experiência com a literatura.

beatriz cortez

1º_ Qual foi a sua primeira experiência como leitora? O primeiro livro que despertou o interesse e/ou que te marcou?
Minha primeira experiência foi com gibis. Eu adorava e passava hoooooras lendo e relendo! Amava. O livro que mais me marcou e despertou interesse foi Madame Bovary, um clássico da literatura francesa do Gustav Flaubert. É meu livro preferido até hoje.

2º_ E como foi sua primeira experiência como escritora? Tipo, Seu primeiro texto que despertou o desejo de ser uma contadora de histórias fantásticas como vemos em seus 3 livros?

Minha primeira experiência foi O outro lado da memória. Só o publiquei anos depois, claro, mas ele foi meu primeiro trabalho com a escrita. É visível no livro que eu ainda não tinha experiência e, por mais que eu tenha o reescrito, ainda é bastante adolescente. Mas o publiquei exatamente para esse público. Acho que a literatura é a melhor forma de se tocar o coração de alguém.

3º_ Como se dá o seu processo de escrita? Tipo, você é aquela autora que escreve com uma playlist ao lado, precisa viajar pra ter inspiração? Como você desenvolve sua escrita criativa?

Eu não tenho um horário ou momento específico para ter inspiração. Adoro uma playlist e ela varia do estilo de livro que estou escrevendo. Claro, no meu caso, a maioria é bem dramática e romântica rsrs. Eu gosto de escrever a noite, sem barulho, onde posso me concentrar em algo. Existem dias que escrevo várias páginas seguidas, outros, não consigo nenhuma. Depende muito. Não me preocupo. Tento relaxar e aproveitar toda e qualquer inspiração.

4º_ Quais são os autores nacionais que você mais gosta e se inspira?

Poderia citar vários, mas os meus preferidos são: atuais como Samanta Holtz e Adriana Brazil, e clássicos como Machado de Assis, estou sempre relendo e procurando inspiração com boas leituras.

5º_ Agora o que todo mundo quer saber: depois do último lançamento do livro “Aonde Quer Que Eu Vá” já tem personagem zumbindo em seus ouvidos – ahahaha- , ou seja, já tem história nova querendo ser escrita? Ah,e com qual personagem de seus livros você se acha mais parecida?

Meu próximo lançamento será um chick-lit, que já está pronto e estou trabalhando na sua continuação. Ele está disponível no wattpad por enquanto, mas sairá o físico em breve. Chama-se Meu doce azar. A personagem com quem mais me pareço é a Ester, de Aonde quer que eu vá. Acho que Ester tem muito da minha resiliência, minha vontade de que dê certo e perseverança. Por pior que esteja a situação, respiro fundo e penso que o melhor ainda está por vir.

Ela é uma fofa e super simpática, não é mesmo? Espero que vocês tenham gostado da entrevista. E não deixem de conferir os livros.

VITRINE

AONDE QUER QUE EU VÁ – BEATIZ CORTES / Editora: Novo Século / Valor: R$ 31,90 ( Compre aqui pela Amazon)

POR UMA QUESTÃO DE AMOR – BEATRIZ CORTES / Editora: Novo Século / Valor: R$ 22,49 ( Compre aqui pela Amazon)

O OUTRO LADO DA MEMÓRIA – BEATRIZ CORTES / Editora: Novo Século / Valor: R$ 22,49 ( Compre aqui pela Amazon)

*Os preços podem sofrer alterações

 

TOUR NO CAMPUS: DESIGN DE INTERIORES

Oi, viras latas. Tudo bem com vocês? Então tá bem!

Finalmente voltamos com o Tour no Campus. E hoje entrevistamos a Franciele Aquino, 19 anos, do curso de Design de Interiores do Instituto Federal de Alagoas (IFAL). É um curso muito interessante e estávamos loucos para saber a opinião de quem está por dentro do assunto, no caso, do curso.

Ah, só para lembrar que dia 08 de janeiro de 2016 sairá as notas para quem prestou o Enem em outubro de 2015, e as inscrições para o Sisu, sistema no qual vocês usarão a nota do Enem para concorrerem a uma vaga em uma Universidade Federal, terá início no dia 11 de janeiro até o dia 14 de janeiro de 2016. Ok?

E também vocês poder ler todas as outras entrevistas acerca de alguns cursos clicando aqui

Vamos para as perguntas…

tumblr_lwytebbIYr1r6crsco1_500

 1.  Por que Design de Interiores?

Porque era a área que mais se aproximava dos cursos que gostaria de fazer.  As bases das disciplinas são semelhantes e correspondem ao direcionamento que gostaria de dar à  minha vida.

2.  O que te surpreendeu positivamente no curso?

Uma das partes mais positivas,  é ter um curso com professores altamente qualificados,  onde é possível,  de forma prática,  desenvolver projetos por meio da interdisciplinaridade.  O curso permite você ter um olhar bem diferenciado,  mudando sua percepção de mundo e também a sua sensibilidade de encarar as coisas.

3. você tem alguma decepção, tipo, algo que você esperava do curso e não correspondeu a sua expectativa?

Não,  até agora o curso tem me surpreendido positivamente.

4. você teve alguma influencia para escolher o curso (família, amigos, etc.) ou foi uma escolha pessoal?

A escolha foi pessoal.    O curso é o que mais se enquadrava nas áreas que eu pretendia seguir na minha vida profissional.

5. O mercado de trabalho é promissor?

Por ser um curso novo,  que ainda está se firmando no mercado,  gera conflitos quanto ao campo de trabalho aqui no Brasil. Todavia,  no exterior o curso é mais reconhecido que muitas áreas de atuação desenvolvidas aqui.  Há  muitas possibilidade para esse curso que está crescendo bastante.

6º Estou na dúvida em escolher esse curso. Qual a sua dica?

É um curso muito bom,  abre espaço para a escolha de muitas possibilidades.   Abrange seu lado criativo,  você desenvolve um senso crítico enorme e sai bem preparado pra o mercado de trabalho.