OS DEMENTADORES DA NOSSA VIDA

dementador-feio

Uma vez uma mulher se encontrava com muito problemas em sua vida e em depressão. Nada parecia se encaminhar para um final feliz, se é que existe essa coisa. Mas ela resolveu escrever. Sim, em meio de uma de suas viagens de metrô ela teve um boa ideia, parecia maravilhosa em sua mente. Nessa história, escondidos entre os personagens, feitiços e monstros, estavam todos os seus medos e tudo aquilo que lhe afligia. Mesmo que ninguém soubesse, estava tudo ali. Todos os choros escondidos e todos os sorrisos forçados. Mas estava ali também um grande segredo.

As palavras são maravilhosas para disfarçar essas coisas. Acredito que seja esse o motivo por tantas pessoas escreverem quando estão tristes. É como diz um bom senhor: – A palavra é nossa fonte inesgotável de magia e que tem o poder de ferir, mas também de curar.

Um de seus personagens mais intrigantes e que pra mim é um dos melhores  são os dementadores.

“O dementador é uma criatura das trevas, considerada uma das mais repulsivas que habitam o mundo. Os dementadores se alimentam da felicidade humana e, portanto provocam depressão e desespero em qualquer um que esteja próximo deles…Por serem cegos, os dementadores sentem e se alimentam das emoções positivas dos seres humanos de modo a sobreviver, forçando-os a reviverem suas piores memórias. Só a presença de um dementador faz a atmosfera ao redor da vítima se tornar fria e escura, e os efeitos vão aumentando à medida que cresce o número de dementadores. Aqueles que ficam na companhia de um dementador por muito tempo se tornam depressivos, e frequentemente ficam loucos, o que é a maior causa da horrível e bem merecida reputação de Azkaban. –  wikipotterish

Não que eu seja fã  deles, não. Mas eles são a maior representação do que passo e muitas pessoas passam na vida.  Você já parou para pensar quantos dementadores temos em nossa vida? Pessoas que nos entristece sem nenhum motivo – não que exista algum motivo aceitável para isso. Situações que faz o nosso coração ficar frio como se nunca mais fôssemos ser felizes? É, parece bem mais comum agora que eu falei, não é? Agora você já consegue citar nomes.

Em uma conversa com minha amiga ela disse que eu tinha que me posicionar mais em uma determinada ocasião, que só assim eu conseguiria resolver o problema que me afligia naquele momento. E eu disse que não – eu já tinha tentando, sabe? Com o tempo eu aprendi que não se luta com um dementador, se afasta dele. Lutar com eles é a mesmo coisa de lutar por uma causa sem valor. Qualquer esforço não vai ser válido.

E a única forma de conseguir se afastar é com manifestação mágica de boa vontade e felicidade. E não entenda que se afastar é a mesmo coisa que medo e fugir do problema. Você não precisa ficar no fogo para saber que precisa se afastar dele, certo? E isso sempre foi considerado um ato de inteligência.

E eu já repeti tanto isso em meus texto que não sei se é para que vocês se toquem ou para que eu continuem me lembrando o quão importante é se afastar de pessoas que não nos fazem felizes. Pessoas que nos magoam e sugam nossos momentos de felicidade. E o quão importante é ter boa vontade para nos permanecer de pé e de queixo erguido.

Alef Jordi
Alef Jordi

Estudante de Letras, criador do blog Qualquer Coisa Vira-lata, Potterhead assumido e um sonhador sem limites. Sonha em publicar um livro antes dos 30. E ama promover ações sociais.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.