MINHA CURA – CINTHIA FREIRE

Vira latas, hoje chegou o dia em que eu vou encerrar um ciclo, ao escrever a última resenha da série Segredos, da maravilhosa Cinthia Freire. É bizarro pensar em como o tempo passou rápido, desde o dia em que eu me deparei com o livro Meu Erro, onde eu conheci o Gabe e a Carol. E que agora estou aqui para falar sobre o último livro. O tempo simplesmente voa! Antes de iniciar a resenha quero confessar que essa foi a mais difícil que eu já escrevi.

Sinopse

Segredos são como fantasmas, nos assombrando e nos fazendo crer que são reais.
Todos temos segredos.
Tomaz é um jovem professor determinado e seguro de suas escolhas, que esconde em seu peito um coração que perdeu a fé no amor. Dono de uma voz que faz com que alunas se apaixonem e mulheres o desejem, ele aprendeu, com o passar dos anos, a escrever sobre um sentimento que ele teme nunca ter conhecido e, a cada dia que passa, tem mais certeza de que nunca chegará a conhecê-lo.
Cristal sempre acreditou no amor. Para ela é o que dá sentido à vida, que nos impulsiona a querer ser melhor. O amor sempre fez parte de sua história. É o sentimento mais puro e belo do mundo, mas ele nem sempre é bonito e Cristal está aprendendo que, às vezes, ele também machuca.
Em uma praia distante, em uma noite de festa, dois corações se encontram, um silenciado pela dor, o outro carregado de amor. Duas pessoas totalmente diferentes, mas que vão descobrir que nem sempre a melodia correta é aquela que desejamos tocar. Às vezes, o amor tem sua própria música.
Uma história sobre escolhas, dor e sobre como o amor encontra as mais belas maneiras de tocar um coração, mesmo daqueles que acreditam que nasceram imunes a ele.

Eu já elogiei a Cinthia Freire diversas vezes. Gosto bastante da sua escrita, de como é nítido perceber a sensibilidade que a forma, principalmente ao escrever assuntos tão delicados. E gosto de como ela sempre busca escutar seus leitores e dá o melhor de si em cada livro. Falando em livros, eu os enxergo muitas vezes como uma forma de agradecimento  que os autores têm com cada leitor. Caso vocês não entendam o por que eu citei isso, eu explico, Minha Cura, ao me ver, acabou se transformando em uma forma de agradecimento que a Cinthia deu a cada um de seus leitores que amam essa série.

Gostaria de deixar bem claro que eu adoraria discutir cada personagem desse livro com vocês. Dar a minha opinião sobre cada assunto, mas infelizmente isso não será possível. Afinal de contas, tudo o que eu menos quero é que essa resenha contenha spoilers, uma vez que este é último livro de uma série. Sendo assim, a forma que eu encontrei para falar do livro será agradecendo a Cinthia por criar cada personagem.

Muito obrigada por compartilhar conosco o Tomaz, o professor de história, aspirante a rock star nas horas vagas. Confesso a vocês que o Tomaz nunca foi o meu personagem favorito. Digamos que ele e o  Gabe nunca foram melhores amigos, e eu simplesmente adoro o Gabriel. Então acabei criando uma birra infantil, por sinal, com o pobre do Tomaz. Mas essa birra acabou, ou diminuiu, em Minha Cura. Já que a Cinthia me permitiu conhecer mais sobre esse cara que busca se mostrar forte para todos. Mas que na realidade é um menino que encontrou na música uma maneira de descarregar sua dor.

Cinthia, muitíssimo obrigada por nos apresentar a Cristal! Essa jovem que busca viver aquilo que o seu coração manda, mesmo que isso nem sempre a faça escolher o caminho certo, o da verdade. Com a Cristal, eu pude aprender que as vezes precisamos deixar de lado a nossa mania de querer proteger a todos que amamos. Precisamos entender que as pessoas, em sua maioria, são fortes e irão nos surpreender, ser o nosso suporte.

Queria colocar aqui o nome de todos os outros personagens que marcaram a série. Mas essa resenha é do Tomaz e da Cristal! Como eu comentei, spoiler não são o meu objetivo, sendo assim eu continuo agradecendo diretamente a Cinthia.

Muito obrigada, mais uma vez, por ter tido a iniciativa de publicar Meu Erro, e pelo cuidado e amor ao empacotar cada livro, sempre mandando uma dedicatória. Obrigada por ter continuado a fazer isso com Minha Redenção, Meu Refúgio. Por compartilhar vários contos conosco e por fechar esse ciclo, publicando Minha Cura, com chave de ouro. Muito obrigada por dedicar parte do seu tempo a nos responder de forma calorosa, criando um elo verdadeiro com cada leitor.

E é isso, Vira latas, a resenha ficou gigantesca! E eu sei que mal falei sobre os personagens. Mas esse livro é uma continuação. Spoilers além de impedir que cada leitor descubra, ao seu tempo, os fatos que ocorreram no decorrer do livro. É uma falta de respeito com os autores que doaram tanto tempo ao se dedicar para escrever cada história.

Então se você já leu os livros da Cinthia, leiam Minha Cura! O livro traz temas como preconceito, luto e principalmente amor, muito amor. Tenho certeza que irão amar! Mas se você nunca leu nenhum livro dessa escritora, recomendo começar por Meu Erro, ler cada um da série, para poder finalmente cair de encantos pelo livro do professor de história. Vale lembrar que todos os livros da Série Segredos possuem resenha aqui no blog.

Samila Bezerra
Samila Bezerra

Estudante de Arquitetura na Universidade Federal de Alagoas, é apaixonada por livros e quer conhecer o mundo...

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.