Categoria: resenha

ESPOSA PERFEITA – KARIN SLAUGHTER

Vira latas, se vocês gostam de suspense, ação, livros que trazem uma linguagem médica, leiam essa resenha até o final. Pois não falaremos de qualquer livro, mas sim de  Esposa perfeita, da talentosíssima Karin Slaughter.

Antes de tudo gostaria de agradecer mais uma vez, a Harper Collins, a editora mais fofa e que prepara os kits mais lindos do mundo. Nós do Qualquer Coisa Vira Lata ganhamos uma xícara personalizada, dois marcadores, dois livros o Flores partidas e  Esposa perfeita, além de tudo isso ganhamos um ingresso para a Bienal do Rio, que é claro que queríamos ter ido. Mas infelizmente não deu. Fica para a próxima. Mas vamos focar na resenha, que como vocês viram pelo título é sobre o livro Esposa perfeita.

PÓ DE LUA, 10 POEMAS PARA DIMINUIR A GRAVIDADE DAS COISAS

Oi, Vira Latas, depois de muito namorar esse livro, mas nunca ter comprado pelo valor bem “salgado” que ela tá por aí nas livraria, finalmente consegui pegar uma ótima promoção na Amazon, ganhei um cupom de dez reais para Ebooks, e ele estava nesse preço.

Pó de Lua traz diversas poesias concretas (Poesia concreta é um tipo de poesia vanguardista, de carácter experimental, basicamente visual, que procura estruturar o texto poético escrito a partir do espaço do seu suporte, sendo ele a página de um livro ou não, buscando a superação do verso como unidade rítmico-forma. Wikipédia).

O livro é separado em 4 fases, as fases da lua. O mais legal da poesia concreta é jogo com as palavras, com o espaço, a não ordem das coisas. O livro foi escrito pela Clarice Freire, e dei três estrelas lá no Skoob.  Ah, o trabalho visual do livro tá muito bonito.

E para diminuir a gravidade das coisa, como diria Clarice, eu separei 10 poemas para vocês.
po-de-lua-1

A MENINA DOS OLHOS MOLHADOS – MARINA CARVALHO

“…De um jeito insuportavelmente desconcertante, concluo que aqueles saltos famigerados não representam um perigo apenas para a dona deles. São capazes de tirar também um homem focado do sério”. (Pg. 42)

Olá, Vira Latas! Preparem-se para a resenha mais rápida que eu já escrevi nos últimos tempos. Tudo é extremamente intenso, desde o inicio da leitura até a escrita dessa resenha. Resumindo, tudo ocorreu em menos de vinte e quatro horas. Tenho até medo de não conseguir escrever tudo aquilo que eu quero. Mas juro que vou tentar.

Resenha: A GAROTA NO TREM – PAULA HAWKINS

Olá, Vira Latas. Hoje a resenha é sobre um livro que deu um tapa na minha cara. E QUE TAPA! No início do ano a minha irmã leu o livro A garota no trem, e eu enrolei um pouquinho para ler. Confesso que só peguei essa semana porque o filme estreou, e como vamos assistir, não teria a menor graça eu ler depois. Se vocês quiserem saber o que eu achei desse livro é só continuar lendo essa resenha.

a-garota-no-tremO livro conta história da Rachel, uma mulher de trinta e poucos anos, que ainda não conseguiu superar o final de seu relacionamento. Ah! Só para constar: o casamento já tinha acabado fazia mais de dois anos. Rachel saia todos os dias para ir “trabalhar”, ou melhor, fingir que iria trabalhar. Desde que perdeu o emprego, ela escondia da sua colega de casa que estava desempregada. Tinha medo que por esse motivo fosse expulsa do lugar. A vida de Rachel se resumia a pegar todos os dias o trem das oito e quatro da manhã. Sempre que parava em frente à antiga rua em que morava, ela fantasiava como seria a vida daquele casal que carinhosamente ela apelidou de Jess e Jason. O que Rachel não imaginava era que aquele casal iria transformar a sua vida completamente.

Rachel se ver entre uma investigação policial e tenta descobrir quem é o responsável pelo desaparecimento de Jess, que na verdade se chama Megan. O problema é que além de ter que lidar com toda essa situação, Rachel terá que driblar seu ex-marido e a sua atual esposa que não ficarão muito contentes ao ver Rachel frequentando o bairro que eles moram. Gente, esse livro é foda! Desculpa pela palavra, mas quem leu deve pensar a mesma coisa. Eu passei boa parte do livro apontando vários suspeitos. Mas quando descobri quem de fato era o responsável pelo crime, eu fiquei chocada. Mas aí tudo passa a fazer sentido. E o final desse livro? Maravilhoso!!! A vontade que eu tenho é de conversar com vocês sobre tantos aspectos desse livro. Mas como eu posso fazer isso se cada coisinha que eu contar se transformará em um baita spoiler? Se vocês gostam de ler, leiam esse livro. Não importa o seu gênero literário favorito. Apenas leiam!

Como eu comentei, levei um baita tapa na cara, simplesmente pelo fato desse não ser o meu gênero queridinho. Mas eu li e amei. Então, se joguem e leiam esse livro maravilhoso. Ah! E assistam ao filme.

BOA NOITE – PAM GONÇALVES

Oi, Vira Latas, eu não sei vocês, mas eu amo falar sobre feminismo, e não tem nada melhor do que ler um livro que trata sobre esse tema, e que foi escrito por uma pessoa que realmente levanta essa bandeira. Estou falando do livro “Boa Noite”, escrito pela nossa Pam Gonçalves. Se vocês quiserem saber o que eu achei do livro é só continuar lendo a resenha.

boa-noite-am-golcalves-qualquer-coisa-vira-lata-blog-2

Boa Noite conta a história da Alina, uma jovem de dezoito anos que começará a sua sonhada faculdade de engenharia da computação. Ela sempre foi a filha certinha, a aluna certinha. Nunca deu problema a ninguém! E, sinceramente, ela queria mudar. Estava cansada dessa imagem que todos tinham sobre ela, então seria nessa nova fase da sua vida que ela esperava que as mudanças acontecessem.

Alina foi morar em uma república, apelidada carinhosamente como “República das Loucuras”. Lá ela passou a morar com a Manu, a amiga mais doida e gente fina que alguém poderia ter. Com a Talita, que era mais ajuizada, mas amava ficar de amassos com o namorado pelos quatros cantos da república. O namorado de Talita era o Bernardo, que morava mais na república do que na sua própria casa. E com o Gustavo, o dono da república, estudante de medicina e simplesmente lindo.

Alina viu que era completamente diferente daquelas pessoas, mas ela rapidamente os adotou como família e foi bem aceita por todos. Com eles, ela passou a sair para as festas. E em uma dessas saídas ela conheceu o Arthur, um jovem estudante de medicina que, a princípio, encantará Alina. Mas que ao longo da trama percebemos quais são as verdadeiras intenções dele.

Além de ter que lidar com essa personalidade dúbia de Arthur. Com o amadurecimento da sua própria personalidade. Alina lidará com uma turma formada praticamente por meninos que, em sua maioria, se acham no direito de falar e tratar as meninas com inferioridade. Alina, junto com as suas colegas de classe, tentará mostrar que as mulheres podem e devem estudar aquilo que querem. E que o machismo precisa acabar.

Eu amei esse livro da Pam! Li rapidamente e adorei a forma que ela abordou os diversos temas. Infelizmente, tudo que ela escreveu acontece em muitos cantos do Brasil e do mundo. Os abusos que ocorrem nas faculdades e ,que na maioria das vezes, não vêm a tona. Pam conseguiu em 237 páginas falar sobre como nós mulheres temos que lutar contra esse mal chamado machismo, e com essa mania que a sociedade tem de achar que nós, mulheres, temos menos direitos que os homens. E que se usamos uma roupa curta e se sofremos assédio com isso a culpa é da “vítima”.

Esse é sem dúvida um livro que todos deveriam ler. Ele nos mostra que é possível lutar. E que temos sempre que apoiarmos as nossas irmãs e mostra-las que nunca estamos sozinhas, e de que ela não tem culpa de nada. Então, se você quer ver como foi a jornada da Alina em apenas um semestre na faculdade, e que semestre, não deixe de ler esse livro. Tem romance. Mas a grande temática do livro é a sororidade.

… Várias garotas sofrem abuso sexual todos os dias na nossa universidade, na nossa cidade, no nosso estado, no país, no mundo inteiro. E a maioria não denuncia e nem pede ajuda. -Olho um a um os meus colegas. Alguns ainda com a expressão indiferente, outros constrangidos  uns até mesmo concordando com a cabeça. -Sabem por quê? Porque a maioria vai ser culpada por vocês. Por nós. Porque, para a nossa sociedade, é normal assediar. Porque, se ela não quisesse, não sairia de roupa curta. Porque, se ela não quisesse, não andaria sozinha. Porque, se ela não quisesse, não estaria bebendo. Porque, se ela não quisesse, não estaria VIVENDO. -Começo a me emocionar. -Só queremos que ela possa pedir ajuda em um ambiente seguro, ter o suporte necessário. (Página 212)

VITRINE

BOA NOITE – PAM GONÇALVES / Editora:Galera Record  / Valor: R$ 23,90 ( Compre aqui)

AS MARAVILHAS DE ALICE – TÂNIA PICON

Sabe aqueles livros que te faz dar ótimas gargalhadas e só o larga quando acaba? Então, a resenha de hoje é sobre um livro nesse estilo e que obviamente ganhou cinco lindas estrelas na avaliação da Amazon. Ele inclusive foi o responsável por me tirar de uma bad horrorosa, tentei ler dois livros antes deles e eu simplesmente estava odiando ambos. Cansa ler livros onde as protagonistas acham que ter um cara idiota, totalmente ciumento é a oitava maravilha do mundo. Mas a resenha de hoje é sobre um livro leve, bem gostoso. Se você ficou curioso para saber qual livro eu me refiro é só continuar aqui comigo.

as-maravilhas-de-alice-tania-picon-blog-qualquer-coisa-vira-lata-achadinhos-da-amazonAlice sempre foi uma jovem rica, sua vida era se preocupar em tirar notas bacanas, e ir ao máximo de festas que pudesse, além é claro de beijar muitas bocas. Ela inclusive estava em uma dessas festas quando soube que o seu pai não aguentou e morreu após ter um infarto. Alice fica completamente desnorteada. Agora ela só tem a sua irmã, a Thaís que é dois anos mais nova que Alice, que tinha 23 anos.

Além de perder o pai, as meninas descobriram que estavam falidas. Seu pai, um grande nome do ramo dos cosméticos, deixou as filhas pobres. Sim, meus amigos, essa história já existe. Eu amava assistir Material girls. Mas as comparações param por aí. Enquanto uma irmã, no caso, a Alice, vai batalhar em busca de uma forma honesta para se sustentar, sua irmã resolve virar prostituta de luxo. Ela vai morar na casa do ex-sócio de seu pai. Digamos que a garota não queria perder a boa vida.

Alice passa alguns dias arrastando sua mala por todos os cantos. Ela não conseguiu levar muita coisa da sua antiga casa, apenas seus eletrônicos e algumas roupas. Chegando, inclusive, a usar um vestido curto preto de festas para ir à faculdade. A coitada não tinha como lavar as suas peças.

Tudo começa a mudar quando Alice vai se candidatar a ser secretária de um cirurgião plástico. Digamos que após muita tempestade, o sol começou a aparecer na vida da garota. Mas ele vai aparecendo aos pouquinhos. Nessa nova etapa, Alice descobre uma mulher pé no chão, mas sem perder seu lado divertido. Além disso, é possível acompanhar a sua relação com a sua irmã, após a morte de seu pai. Além, é claro, de um bom romance, afinal quem não gosta?

Eu amei esse livro! A personagem é bem divertida, passa por maus bocados. Mas sempre ver o lado positivo se tudo. Amei também do fato de ela se amar em primeiro lugar. Estava super cansada, tinha inclusive abandonado um livro onde a personagem não se respeitava. Acho que ela precisava ter umas conversinhas com a Alice e descobrir que amor próprio em primeiro lugar SEMPRE.

Bom, Vira Latas, espero que vocês tenham gostado da resenha. Se o estilo chick lit te chama atenção, aposta no livro As maravilhas de Alice. Vocês irão amar.

VITRINE

AS MARAVILHAS DE ALICE – TÂNIA PICON / Editora: Amazon / Valor R$: 6,99

PRINCESA DAS ÁGUAS – PAULA PIMENTA

Olá, Vira Latas! Hoje a resenha será sobre um livro de uma escritora que eu sei que a maioria das pessoas amam. Lógico que eu estou falando da Paula Pimenta. <3 Para vocês terem noção, essa semana eu reli trechos de FMF1 no ônibus e no percurso da faculdade para casa, que normalmente dura uns vinte cinco minutos, parecia mais ter passado em cinco. É o poder da Paula Pimenta, gente. Mas vamos focar na resenha do livro de hoje.

Como vocês perceberam pelo título, viram que o livro é a Princesa das Águas. Eu comprei esse livro na Saraiva do Shopping Recife. Foi um dia totalmente mágico, após ir a Olinda, Igarassu e outra cidade que me falha a memória. Meus amigos e eu, antes de irmos ao Marco zero, fomos até a livraria Cultura. Eu segurei o livro e o amor pela capa só aumentou. Mas eu não comprei! Realizei meu sonho de ir até uma forever 21, mas não comprei nada rsrs. Porém, saí do shopping com as melhores compras do mundo. Livros e chocolate.

princesa-das-aguasAgora de fato, focando no livro, a história é tão mágica quanto a capa. De todos os livros das princesas que a Paula lançou, esse é o meu favorito. Tem rosa e roxo. *__*  O livro conta a história da Arielle Botrel, uma jovem nadadora que é o orgulho do pai quando o assunto é o esporte. Mas que ama dar um trabalhinho no quesito festas. Ela sempre dava um jeito de sair escondida. Contava sempre, ou quase sempre, com a ajuda do seu melhor amigo, o também nadador, Lino. O problema é que em uma dessas escapadas. Arielle conhece o Érico Eggenberg, um tenista suíço, que arrancará suspiros de todas as telespectadoras do mundo, que estão sintonizadas no Brasil, ou melhor nas olimpíadas do Rio de Janeiro.

É claro que em como a maioria dos livros de princesa, sempre rolará muita confusão impedindo o casal principal de ficarem finalmente juntos. Para conquistar o coração de Erico, Arielle terá que abusar dos gestos, já que não pode em hipótese alguma utilizar a sua voz para conquistar o menino. E como é de se esperar, ela precisará driblar as pessoas malvadas que não torcem pela felicidade deles. Que ainda bem que são pouquinhas.

Eu não vou falar mais sobre o livro porque apesar dele ter  367 páginas a história é bem simples. Rapidamente, o leitor descobre o que vai acontecer no final. Mas isso não tirou o brilho da Paula Pimenta. O livro é devorado rapidamente e nos deixa com uma imensa vontade de assistir o filme da Pequena Sereia.

Como sempre, a Paula abusou das redes sociais, deixando o livro bem atual. Adorei também que personagens antigos apareceram e de alguma forma contribuíram para a história. Então se vocês gostam do mundo encantado que envolve essas princesas da Disney, amam livros leves e que possuem capas maravilhosas, leiam Princesa das Águas! É sem dúvidas, um ótimo livro para desestressar. Além do mais, é Paula Pimenta. Tem coisa melhor?

VITRINE

PRINCESA DAS ÁGUAS – PAULA PIMENTA / Editora: Galera Record / Valor: R$ 22, 40 (Compre pela Amazon)

MANIA DE VOCÊ – MÔNICA MEIRELLES #AchadinhosDaAmazon

Olá, Vira Latas! A resenha de hoje é um spin off de um livro que eu nunca li, mas que eu tenho no aplicativo do Kindle. Falta APENAS tempo. Uma das últimas resenhas aqui do blog foi falando do livro Meu Quase Irmão, da Mônica Meirelles. O livro da resenha de hoje também fala sobre um dos irmão da Laura e do Bernardo. Caso vocês estejam perdidos, é só olhar a resenha aqui. A resenha de hoje, tô repetindo essas palavras,  né? fala sobre o Nicolas, o irmão nerd. Caso vocês queiram saber o que se passa nesse livro é só continuar lendo a resenha.

mania-de-voce-monica-meirelles-blog-qualquer-coisa-vira-lataCarina sempre foi uma menina que amava se divertir. Sempre ficava com quem bem entendia. E quando bem queria. O problema foi que em uma das baladas que ela frequentou, ela sofreu um trauma que a perseguia para todos os lados. Depois disso, a garota deixou de confiar nos homens. Quer dizer, o único que ela confiava era o Nicolas, seu “amigo” de infância que sempre foi louco por ela. Mas a Carina nunca deu bola para o garoto que era, e é, nerd.

Carina sofre mais uma mudança na vida: começará a faculdade de arquitetura em Santa Maria. (Vocês sabem que eu sou apaixonada, apesar de todas as brigas que sempre existe, por esse curso, né?). O problema é que Carina precisa arranjar um local para morar e adivinhem: ela vai dividir um apartamento com o Nicolas, que a propósito tem uma noiva.

A Carina sempre fez o estilo mulherão. Ela não se preocupa em agir de determinada forma só por ser mulher. Mas o problema é que o Nicolas viverá um dilema, ele fica interessado pela a sua amiguinha de infância, mas ao mesmo tempo tem uma noiva, que é super “certinha” em comparação a Carina.

Não quero ficar falando tudo sobre o livro porque, sim, ele é bem clichê. Mas sabe o que eu gostei dessa História. A escritora focou bastante no feminismo. Ela apontou questões como o fato das mulheres não poderem ficar com quantos elas quiserem em uma balada. Com o fato de que se elas usam determinadas roupas elas estão provocando os homens. Assuntos machistas que apesar de serem bem antigos ainda tomam conta da sociedade.

– Segundo dados da revista Exame, a cada onze minutos, uma mulher é estuprada no Brasil… Acham certo isso? O corpo da mulher ser utilizado como um mísero objeto de prazer sexual? Somos muito mais do que isso! O que me levou a convidá-las para esse debate foi que recebemos a informação de que uma aluna do curso de Engenharia Civil foi estuprada na semana passada no banheiro feminino.

– E sabe o que é pior nisso tudo? – Uma aluna nos chama a atenção. – É que sempre dizem: a culpa é delas. A maioria dos brasileiros pensam assim. Ah, ta usando roupa curta é porque quer ser agarrada. E isso é muito cruel. A vítima não tem culpa. A culpa sempre será do agressor e acabou.

O mais legal do livro foi justamente a comparação que eu pude fazer entre dois personagens, o Bernardo,  protagonista do livro Meu Quase irmão, é um galinha nato, ficava com quantas meninas ele queria. E ninguém o criticava, na verdade, ele era considerado o “garanhão” por todos. Já a Carina agia exatamente igual ao Bernardo, mas era chamada de vadia, piranha e outros nomes ridículos. Foi interessante ver a forma que a escritora abordou esses assuntos.

Mas isso não deveria ser motivo para que eu deixasse de viver livre, bem como eu queria. A cabeça das pessoas que tem que mudar. Homens que nem o Leonel é que tem que entender que eu não sou obrigada a satisfazer seus desejos, só porque estou em uma boate, vulnerável, com roupas curtas e “disponível”. Se eu não quero, ele não pode me obrigar a nada. 

Resumidamente, se vocês gostam de um New adult clichê, mas que te vai fazer pensar muito sobre o machismo nosso de cada dia, eu recomendo que vocês leiam esse livro. Além de ser um New adult como eu já disse, ele se passa no Brasil, e é sempre maravilhoso ler livros nacionais. Vocês podem comprar esse livro na Amazon e acompanhar as tramas dos filhos da Anne e do Daniel.

VITRINE

MEU VÍCIO – MÔNICA MEIRELES / Editora: Amazon / Valor: R$ 8,99 (compre aqui)

MEU ERRO – CINTHIA FREIRE

Sou completamente apaixonada por New adults, mas sempre fico muito decepcionada quando leio um livro e ele é mais clichê do que tudo nessa vida. Amo clichês, mas quando você escreve um livro que é composto apenas por partes de outros livros e eu acabo lendo, fico completamente decepcionada.

Mas eis que eu estava procurando um livro novo para ler e achei mais um #Achadinhoda Amazon. O livro Meu Erro, da Cinthia Freire. Esse livro é simplesmente maravilhoso, sensacional. Me fez rir, chorar e amar os personagens. Se você quer saber do que se fala esse livro é só continuar lendo a resenha.

meu-erro-cinthia-freira-blog-qualquer-coisa-vira-lata-achadinhos-da-amazon
FOTO: reprodução da internet / editada.

Carol sempre foi uma menina na dela, estudante de letras, terceiro período, ela dividia o apartamento com a sua amiga e estudante de arquitetura, amo amo e amo esse curso rsrs, ah! Sua amiga se chama Verônica. Verônica ficou com o cara mais gostoso da faculdade, palavras dela. O problema foi que depois disso boatos foram espalhados dizendo que a garota transava com todos os garotos da faculdade. E sabem como é, homem pode sair com quantas quiser. Já as mulheres se saem com um diferente a cada noite são taxadas de piranhas. (Odeio esse preconceito ridículo).

Carol fica bastante sensibilizada com a amiga. Verônica não sai de casa, está se sentindo humilhada. Carol simplesmente resolve tirar satisfações com Gabriel, o cara que supostamente espalhou os boatos. Carol também tira satisfação pelo fato do garoto ter espancado Vinícius, irmão de Verônica e seu amigo.

O problema é que Carol se sente de alguma forma conectada com o idiota do Gabriel. E pelo visto o garoto também se sente assim em relação a menina. Para completar, Gabriel aparece em todos os momentos que ela precisa, é ele que socorre a menina quando ela desmaia no banheiro, ele a tira de perto de um cara que queria apenas se aproveitar dela. Como podia um garoto completamente escroto ser tão gentil com Carol.

Gabriel sempre teve todas as meninas que ele queria, e não eram poucas. Ele “amava” ter uma garota diferente a cada momento. Mas o que ele mais curtia era a sua fiel companheira; aquela que lhe “libertava” de todos os seus problemas. Aquela que lhe deixava sendo O Gabriel, o cara foda que não temia nada e nem ninguém. É claro que vocês já devem ter percebido que eu me refiro a cocaína.

Mesmo sabendo todos, mas TODOS os riscos que ela corria ao se aproximar do Gabriel. Carol não consegue evitar, ela se sente atraída por Gabriel e ele sente o mesmo por ela. A diferença é que ao contrário das outras meninas que achavam que o Gabriel seria apenas uma boa noite de curtição. Carol enxerga todas as merdas que rondam a vida do Gabriel. Seus vícios, seus medos. Seus demônios. E mesmo colocando em risco a sua própria sanidade, Carol acaba se entregando a esse mundo chamado Gabriel e ele aceita que ela entre, porquê Gabriel também está hipnotizado por ela.

Eu amei muito esse livro! Só larguei quando terminei. Chorei com eles, ri com eles e me apaixonei com eles. Gabriel é aquele tipo de cara ótimo para a curtição, mas que fora dela ninguém quer por perto. Quem vai querer ser amigo ou namorada do viciado? Do cara que se afunda dia após dia no mundo das drogas. Mas eis que quando o anjo que se chama Carol aparece na vida dele, tudo se transforma. Não pensem que ele de uma hora para outra deixará as drogas. Bem que o Gabriel queria, mas a Cinthia tratou muito de forma real. Gabriel terá que lutar todos os dias para sair do inferno. Mas ele sabe que lutará por ela pelo seu anjo. Pela mulher que não se importa de namorar um garoto que é evitado por boa parte da sociedade. E é por ela que ele não vai desistir de lutar.

Cinthia, obrigada por ter escrito um livro tão maravilhoso! Você não sabe, mas era justamente dele que eu precisava. Amo brincar de escrever e meus novos amigos literários seguem a mesma linha da galerinha de Meu Erro, esse livro me fez ver o quanto o mundo literário que eu quero me aventurar é bem desafiador, mas o trabalho valerá a pena.

Enfim, se vocês gostam de um New adult de qualidade leiam Meu Erro. Vocês não vão se arrepender.

VITRINE

MEU ERRO – CINTHIA FREIRE / Editora: Amazon / Valor: R$ 5,99

POR UMA QUESTÃO DE AMOR – BEATRIZ CORTES

Olá, Vira Latas! Eu não me esqueci de vocês. Hoje teremos resenha da parceira do blog, Beatriz Cortes. Deixando de delongas vamos focar na resenha?

por uma questão de amor Beatriz Cortes blog qualquer coisa vira lataO livro conta a história da Lorena, uma jovem que nunca mais foi a mesma desde a morte do irmão. Ele era o seu melhor amigo e estava sendo super complicado lidar com a vida sem o Matteus ao lado. Mas a Lorena sabia que não podia continuar daquele jeito, ela começaria a faculdade de medicina na cidade do Rio de Janeiro, ela era de Angra dos Reis. Na cidade maravilhosa ela passa a ter o apoio de um grande amigo, o Dani, que logo faz questão de apresentar a Lorena aos seus amigos. E entre esses amigos temos o Nicholas, o típico mulherengo que vai se encantar pela Lorena.

Ele deu uma gargalhada espontânea e meu coração quase saltou pela boca. Saímos de lá e fomos até uma sorveteria que havia em uma ruazinha ali por perto. Compramos os sorvetes e nos sentamos para tomá-los. O tempo parecia voar quando estávamos juntos e eu nunca me senti tão completa desde que o Matteus se fora […] (Pag. 139).

 Lorena no início fará de tudo para não se envolver com o garoto. Mas mesmo sabendo que a sua família não aprovaria a jovem vai se entregar ao amor e ao lado de Nicholas vai enfrentar todos os problemas que virão pela frente.

Eu estava achando o livro bem fofinho. O Nicholas é aquele tipo de personagem que você se apaixona facilmente. A amizade da Lorena com o Dani é bem linda. A colega de quarto dela, a Letícia é gente boa. Estava tudo fluindo normalmente, até que as peças começaram a se encaixar. E sim, eu ri do nada. Quando eu descobri que esse livro é tipo um spin off do primeiro livro da Beatriz.

A Lorena é filha da Luíza e do Arthur, personagens principais de O Outro Lado da Memória. Quem leu o primeiro livro sabe que o casalzinho sofreu muito para ficar junto, e eis que nesse livro os problemas do passado voltam. Ou melhor, o Lucas, ele não superou ainda o fato de Luiza não lhe querer. E ele não medirá esforços para destruir a família da Luíza.

Eu pensei que eu fosse malvada com personagens. Mas percebi que sou um amor de pessoa. A Beatriz foi bem malvada com os seus. Para que tanto sofrimento, Beatriz? Precisava mesmo ter feito aquilo? Esse drama todo me deixou um pouco triste com a história. O livro se passa em um lugar mágico, os personagens são fofos, acho que não era preciso ter feito aquela galerinha sofrer tanto. Mas, sei que tudo teve um propósito, os escritores não colocam nada por acaso nas suas obras.

Se vocês gostam de um romance, recheado de drama, mas que prova que o amor sempre vence pode ler Por Uma Questão de Amor. Ah! Cuidado para não se apaixonar pelo Nicholas. Quem avisa amigo é.

VITRINE

POR UMA QUESTÃO DE AMOR – BEATRIZ CORTES / Editora: Novo Século / Valor: R$ 18,76 ( compre aqui)

MEU QUASE IRMÃO – MÔNICA MEIRELLES #AchadinhosDaAmazon

Olá, Vira Latas. Prontos para mais uma resenha da semana? A de hoje será sobre mais um #Achadinho da Amazon. Estou falando do livro “Meu Quase Irmão”, escrito pela Mônica Meirelles.
QUASE IRMÃOS - MONICA MEIRELLES - BLOG QUALQUER COISA VIRA LATAO livro conta a história da Laura e do Bernardo (vocês que leem Tal química sabem que eu amo esse nome). O pai de Laura é casado com a mãe de Bernardo. O garoto gato é extremamente chato. Ele é alguns anos mais novo que Laura e sempre adorou ficar provocando a menina todas as vezes que ela voltava de viagem. Laura morava em Nova York com a mãe, mas sempre passava as férias de fim de ano com o pai. Mas fazia um bom tempo que ela não voltava para casa. Da última vez que ela apareceu, Bernardo a fotografou de calcinha, a calcinha da menina era de ursinho, ela tinha quinze anos na época, e, se não me engano, o Bernardo tinha doze. A garota só faltou matar o menino e, para completar, o pai dela viu toda a cena.
Quando Laura voltou para casa ela esperava encontrar o mesmo Bernardo chato, mas não, o Bernardo tinha crescido. Estava lindo e ainda corria atrás de Laura. Mas agora ele tinha uma namorada ou ex, meio que a garota não queria aceitar o fim, e não largava do pé dele. Ela também precisava se reaproximar dos irmãos e mostrar ao seu pai que não era nenhuma criança.
O livro é bem legal, li bem rápido. Laura é uma jovem que tem absolutamente tudo planejado na sua vida. Ela fez faculdade na Inglaterra e pensa seriamente em fazer pós graduação na Inglaterra também. Mas várias coisas vão acontecer e a menina vai precisar escolher qual rumo seguir. Já o Bernardo tem um estilo bem inconsequente, mas no fundo ele é gente boa. Digamos que ele faz aquele estilo que não presta, pelo menos para a família, mas que na verdade é um menino bem responsável. Não poderia esquecer os personagens secundários, a ex namorada do Bernardo é simplesmente uma chata, mimada. Mas digamos que até ela vai melhorar ao longo da história.
Resumindo: esse livro têm vários personagens com formas de pensar bem diferente, mas que os acontecimentos do dia a dia fazem eles crescerem ao longo dos capítulos.
O que eu não gostei muito foi a forma que a escritora escolheu para escrever, o livro tem vários erros de concordância. No início pensei que tinha sido descuido, mas pelo que eu entendi essa foi uma forma de escrever, já que a Laura passou a maior parte da sua vida morando nos Estados Unidos, sendo assim, ela não tem um português excelente. Mas confesso que isso deixou a leitura confusa.
Esse é o tipo de livro para quem procura uma leitura leve e bem divertida. O livro é um spin off de A vez de Anne, que conta a história dos pais dos nosso protagonistas.

VITRINE

MEU QUASE IRMÃO – MÔNICA MEIRELLES / Editora: Amazon / Valor: R$ 8,99 (compre aqui)

O PAR PERFEITO – SHIRLEI RAMOS #AchadinhosDaAmazon

Olá, Vira Latas! Pensei muito em qual livro resenhar hoje. Não está sendo fácil essa vida de estudante de arquitetura. Mas como sabemos que SEMPRE vai ser assim, cabe a nós nos acostumarmos. Justamente por isso, pensei em resenhar um livro leve, divertido e apaixonante. Só poderia ser uma obra da Shirlei Ramos, mais precisamente “O Par Perfeito”. Falando em Shirlei Ramos, vocês já viram a entrevista que a Shirlei nos concedeu? Leiam que vocês irão amar. Mas deixando essa conversa paralela de lado, se vocês quiserem ler o que eu achei desse livro maravilhoso é só continuar acompanhando a resenha.

O PAR PERFEITO - SHIRLEI RAMOSElise é uma jovem com um grande objetivo na vida: arranjar o par perfeito. Vocês não leram errado, a menina já namorou dezenas de garotos e sempre imaginava o casamento. Vocês podem ate dizer que é normal, mas para Elisa nada era normal. Ela mal conhecia alguém e já imaginava como seria o casamento. O problema é que ela arranjava os piores namorados do mundo. Até que em um certo dia sua irmã colocou na cabeça que arranjaria o senhor perfeito para ela.

Elise morava com a irmã, com o cunhado e com a sobrinha. Desde que os seus pais morreram, a irmã de Elise foi morar com a família na casa que elas dividiam durante a infância. A irmã da Elise simplesmente esqueceu que elas eram irmãs. Ela cuida de Elise da mesma forma que cuida da sua filha pequena, a fofa da Samantha. Cansada de ver a irmã levar mais um fora, Diana organizou um jantar. Ela e o marido Talmo, que faz a linha capacho, convidaram o Roberto, um colega de trabalho e que era viúvo, e ele tinha uma filha insuportável.

Roberto era mais baixinho que Elise, ela tinha mais de um metro e oitenta. Para completar ele é um homem sem atitude nenhuma. Quem em sã consciência leva a filha para o primeiro encontro? Ainda por cima, ele sequer levou Elise em casa. A garota teve uma noite péssima e ainda precisou decidir se iria esperar o ônibus que passaria a qualquer momento ou se iria comprar uma garrafa de água em um supermercado.

No supermercado, Elise acaba escutando uma briga entre um casal. Ela acaba se sensibilizando com a cena que presenciou e, acreditem se quiser, ela pegou o e-mail do Gael, o homem que foi praticamente esculachado pela namorada. Elise prometeu que o transformaria no senhor perfeito.

O livro é bem grandinho e eu dei ótimas gargalhadas com esses personagens. Elise sempre foi muito impulsiva e indecisa. Ela nunca se decidia por uma profissão e gastava mais do que ganhava. O simples envio de um e-mail a fez criar um vinculo com Gael. Ele que era o oposto do senhor perfeito, por algum motivo também se encantou pela menina. Mas agora caberia a Elise se decidir com quem ficar e o que fazer da sua vida.

Eu amei os personagens desse livro! Como sempre, a Shirlei criou personagens que encontraríamos por aí. Indo desde a irmã neurótica, passando pelo cunhado pau mandado. Até chegar ao carinha insensível, mas que no fundo tem um coração imenso. Não poderia deixar de falar o quanto eu amei as partes em que a Samantha aparece. A menina é extremamente fofa!

Se você está procurando um romance para dar infinitas gargalhadas leiam O par perfeito! Vocês não irão se arrepender!

VITRINE

O PAR PERFEITO – SHIRLEI RAMOS / Editora: Amazon / Valor: R$ 1,99 (compre aqui)

TUDO AQUILO QUE DEIXAMOS PARA TRÁS – BRUNA FERRACINI

Olá, Vira Latas! A resenha de hoje é sobre um livro que me fez chorar umas três vezes. Sério! A escrita é tão delicada e os personagens tão maravilhosos que a minha vontade era guarda-los dentro de um potinho. Vocês não devem estar entendendo nada, né? Então, hoje falarei sobre o livro Tudo Aquilo Que Deixamos Para Trás, da escritora Bruna Ferracini. Esse é mais um #AchadinhoDaAmazon, um achadinho maravilhoso, diga-se de passagem. Eu confesso que o que mais me chamou atenção no livro foi a capa, aí depois eu comecei a ler a sinopse e pronto, me apaixonei.tudo aquilo que deixamos para trás - brunca ferracibi - blog qualquer coisa vira lata

separador1E se tudo o que lhe restasse da pessoa que você mais ama fosse uma playlist com seu nome?

Para Malia, seu irmão, Oliver, sempre foi o sol que a fez girar e seguir em frente. Mas ele não está mais por perto e, no meio de tantas coisas assustadoras, essa é, talvez, a que irá matá-la.

Sua mãe tem medo até de respirar, mas ela não está errada e Malia sabe disso. É por isso que Malia guarda segredos que amaçam sufocá-la. Ela só tem uma pessoa no mundo que é capaz de entendê-la: o melhor amigo do seu irmão.

Nicolas é o único que sabe a verdadeira história, o único que não julgaria Oliver, mas ele também se foi e a deixou para trás.

Em uma noite, a garota decide fazer como seu irmão e fugir de tudo que a destrói. É no meio da madrugada, com a lua como amiga, que Malia encontra um garoto com nome de deus nórdico e filósofo inglês, um confeiteiro que adora paparicá-la, um restaurante que só funciona de madrugada e um clube do livro noturno, mas, o mais importante, Malia encontra a si mesma e, ser ela mesma, é a única coisa necessária para mudar a situação em que ela é obrigada a viver.separador2

Malia é uma menina de dezessete anos que ama ler. Mas no caso dela os livros não representam apenas um momento prazeroso como para a maioria de nós. Malia se sente em outra dimensão quando está no meio dos livros, Eles são os seus amigos, apenas eles.

A vida dela sempre foi marcada pelo medo. A pessoa que mais deveria amá-la e protege-la fazia exatamente o contrário. Mas a Malia tinha o Oliver, o seu irmão querido. O irmão que dividia o minúsculo espaço debaixo da cama com a sua irmã. O irmão que não gostava de ler, mas que amava escutar as histórias que Malia contava. O irmão que mesmo tendo uma voz desafinada cantava e encantava todos a sua volta. O irmão que sempre dizia que iria lhe proteger de tudo e de todos. Mas esse mesmo irmão não conseguiu suportar todo o peso que carregava. Esse irmão se foi, deixando Malia e a sua mãe sozinhas. Mas no mesmo dia em que ele se foi, a Malia foi junto.

Após quase um ano da morte do irmão, que para toda a sociedade tinha morrido em um acidente de carro. Malia vegeta pelos cantos da escola. Antes ela tinha o Oliver, ele sempre a protegia. Mas agora, ela é apenas a estranha. Malia tem sim uma única amiga, a Rosa, a bibliotecária mais amorosa do mundo. Ela sempre levava livros das suas filhas para Malia ler. Ela é ou não é uma pessoa fofa?-  Só emprestamos nossos livros para pessoas que realmente gostamos. Focando novamente na resenha… – Apesar de ser uma grande amiga para Malia, Rosa não sabe a verdade; como Oliver morreu.

Em um certo dia após voltar da escola, Malia ver uma cena rara. Sua mãe estava dançando ao som de uma melodia do Elvis Presley. Naquela casa era proibido dançar. Era proibido ser feliz. Mas o “pai”, se é que podemos chamar assim, de Malia não estava em casa. Sendo assim, elas poderiam “viver” por alguns minutos. Malia descobriu que a música vinha do celular do irmão. Naquela mesma noite ela teve vontade de fugir. Quando digo fugir, me refiro a viver. Malia saiu pela madrugada e a partir deste ato tudo mudou na sua vida.

Malia foi atacada por um morador de rua. Ela jurava que seria o seu fim, mas ela foi salva. Locke, um jovem de olhos verdes, apareceu no lugar certo e na hora certa. Ele ajudou Malia e foi logo a levando para conhecer Henri, o confeiteiro mais fofo do planeta.

Depois daquele encontro a vida de Malia ficou mais agitada. Ou melhor, ela ganhou uma vida. Suas madrugadas eram destinadas a ficar na companhia do Locke, do Henri, e dos amigos do clube do livro. Ela sempre precisava driblar o seu pai para conseguir sair. Se ele soubesse que ela estava fora de casa, ela estava acabada.

Alguns capítulos do livro são destinados a mostrar as cartas que Malia escrevia para Nicolas. O melhor amigo do seu irmão, que quase teve um fim parecido como de Oliver. Nas cartas ela fala o quanto tem saudades do irmão. Conta também sobre os seus medos e sobre como espera que Nicolas esteja bem.

Lembram-se do celular? Malia descobre uma playlist dedicada para ela. Todas as músicas ela escuta ao lado de Locke. E incrivelmente cada canção se encaixa perfeitamente com o momento em que ela se encontra.

Se eu pudesse continuaria falando sobre o livro… Gente! Eu chorei três vezes enquanto lia. E todas às vezes foram em cenas que ela se lembrava do irmão. Oliver escolheu um caminho que não é legal. Ele viu nas drogas uma válvula de escape. Mas eu não o culpo. Pensem comigo, o garoto tentava ser o super herói da irmã, da mãe. E quem cuidava dele??? A droga foi a “amiga”, aquela “pessoa” que fazia ele se esquecer do monstro, também chamado de pai. Que fazia ele se esquecer da “vida” que ele tinha. O problema é que um pouquinho só de droga não era suficiente. Ele queria mais. Ele PRECISAVA de mais.

Assim como Oliver fugiu de todos os problemas, Malia também quer fugir. E é com a ajuda de todos que a amam, mesmo que eles não saibam a barra que ela enfrenta em casa. Que ela vai começar a repensar e querer mudar a droga de vida que ela e sua mãe levam.

Esse livro é extremamente apaixonante, tocante. É impossível não se colocar no lugar da Malia e sofrer junto com ela. O mais triste de tudo é saber que existem várias pessoas que vivem nas mesmas situações que ela. Não deveria existir, mas existem. Esse livro também fala sobre o amor. Foi tão encantador ver, ou melhor, ler a forma que a Bruna contou a história da Malia e do Locke. Assim como Malia, Locke também precisou enfrentar seus problemas. Mas ele tentava ser o menino forte, que sempre estaria disposto a agir para proteger Malia. Ele não era um menino de promessas, ele preferia coloca-las em práticas sem prometer previamente. E eu o amei desde o primeiro parágrafo em que ele apareceu, por ele cuidar dela. Espero que o mundo esteja cheio de Lockes que protejam e deixem ser protegidos pelas Malias.

Vira Latas, esse lindo livro vocês encontram na Amazon. Apesar de que eu SÓ ACHO que alguma editora deveria publicar. Ter o livro impresso seria perfeito! Gostaria de agradecer a Bruna por ter escrito um livro tão MARAVILHOSO. Espero que milhares de pessoas possam se emocionar com a Malia.

VITRINE

TUDO AQUILO QUE DEIXAMOS PARA TRÁS – BRUNA FERRACINI / Editora: Amazon / Valor: R$ 6,99 (compre aqui)

ESPECIAL STEPHANIE PERKINS: ANNA E O BEIJO FRANCÊS, LOLA E O GAROTO DA CASA AO LADO E ISLA E O FINAL FELIZ

Olá, Vira Latas! Hoje, depois de décadas, ok exagerei, eu vou resenhar um livro, ou melhor, três livros da mesma escritora. Sendo assim, nada melhor do que fazer um especial da Stephanie Perkins. A escritora responsável por criar o livro Anna e o Beijo Francês, e consequentemente, Lola e o Garoto Da Casa Ao Lado e Isla e o Final Feliz.RESENHA ESPECIAL STEPHANIE PERKINS

Anna e o Beijo Francês

separador1“Isto é tudo o que sei sobre a França: Madeline, Amélie e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo também, embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, Maria Antonieta e vários reis chamados Louis. Também não estou certa do que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa, que tem algo a ver com o Dia da Bastilha. O museu de arte chama-se Louvre, tem o formato de uma pirâmide, e a Mona Lisa vive lá junto com a estátua da mulher sem braços. E tem cafés e bistrôs — ou qualquer nome que eles dão a estes — em cada esquina… Não é que eu seja ingrata, quero dizer, é Paris. A Cidade Luz! A cidade mais romântica do mundo.” Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris, já que seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde tem um bom emprego, uma melhor amiga fiel e um namoro prestes a acontecer. Mas, ao chegar a Paris, Anna conhece Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito. Só que Etiénne, além de tudo, tem uma namorada… Anna e Etiénne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer? Stephanie Perkins escreveu um romance de estreia divertido, com personagens espirituosos que garantem dedos formigando e corações derretendo.separador2

Anna e o beijo francêsEu li esse livro em 2012, minha irmã comprou por minha causa, hehe. Eu estava louca para ler um livro voltado para a minha idade, tinha dezessete anos e, sinceramente, eu estou velha. Fiquei super fascinada com a sinopse e tinha colocado na cabeça que eu precisava comprar. Mas eu só tinha dinheiro para um livro e na livraria também tinha Era Uma Vez a Minha Primeira Vez, da Thalita Rebouças. Resultado, eu comprei o da Thalita e a minha irmã o da Anna.

Anna é uma menina “sortuda”, ela simplesmente iria estudar na França; em um colégio super disputado que não era qualquer pessoa que estudava lá. Acontece é que Anna era filha de um escritor que estava no auge do sucesso. Digamos que ele era uma espécie de Nicholas Sparks. Anna não queria estudar lá. Ela deixou em sua cidade natal, a sua melhor amiga e o seu crush, na época nem usávamos  essa palavra.

Entretanto, o que parecia ser uma furada se transformou em uma história bem agitada. Anna virou amiga do Étienne St. Clair, um americano super fofo, eu não acho, mas sou uma exceção. Anna se torna amiga dos amigos de St. Clair. Eles formavam aquele casalzinho fofo. Só tinha um único problema, o garoto tinha namorada. Ele precisava arrumar tanto a sua vida amorosa quanto os problemas familiares que ele tinha. E quem disse que Anna não passaria por problemas? Ela precisava descobrir se o seu (ex) crush ainda se lembrava dela. E se a sua amizade com a sua “melhor” amiga ainda era a mesma.

Ah! Esse livro vai fazer você querer conhecer a catedral de Notre Dame. Aquela mesmo que tem na animação de O Corcunda de Notre Dame. Além. é claro, de querer conhecer vários pontos turísticos da França.

Eu adorei esse livro! Ele é leve e fofo (já usei essa palavra várias vezes). Sabe aqueles livros que você pega e devora de uma só vez? Então esse é um bom exemplo. O livro possui uma narrativa leve, apesar de nos mostrar problemas mais sérios. Mas, até mesmo esses problemas são escritos de forma sutil pela Stephanie Perkins. Sem dúvidas, esse é um livro que fala sobre sonhos, lutar por aquilo que acreditamos. Além, é claro, nos presentear com um romance lindo que tem Paris como cenário.

Lola e o Garoto da Casa ao Lado

lola e o garoto da casa ao ladoseparador1A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro.

Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.separador2

Esse livro eu também li há um tempo, em 2013. Dei de presente para a minha irmã de aniversário. Juro que não tive nem segundas intenções. Apesar de ter dado com muitos meses de antecedência. Focando na resenha… o livro conta a história da Lola, uma jovem cheia de personalidade, que adora confeccionar as suas roupas e amava usar perucas. Ela sempre foi uma menina muito leve. Só tinha alguns defeitinhos, o seu namorado era uma persona non grata. Os pais da Lola odiavam o garoto. Mas eles não estavam errados, o namorado dela não a respeitava. Ele conseguia diminuir o brilho que a Lola possuía.

Tudo ia relativamente normal na vida dela, até que as pessoas que ela menos queria vê na vida apareceram: os irmãos gêmeos Bell, Calliope e Cricket. Lola precisará lidar com a volta dos dois. Além, é claro, de resolver todos os outros problemas. Entre esses problemas está o fato de tentar ajudar a sua ex-amiga Calliope, uma famosa patinadora, e, é claro, descobrir o que ela ainda sente pelo Cricket, o garoto que ela sempre foi apaixonada, mas que não teve o amor correspondido.

Esse livro é bem amorzinho e trata de forma leve vários assuntos importantes. Lola é criada por dois pais, já que sua mãe é alcoólatra e nunca se importou com ela. Além disso, o livro nos mostra como uma pessoa de áurea tão boa pode namorar um garoto que só tem como missão na terra colocar a sua vida e a de todos que estão ao seu redor para baixo. Ah! A Anna e o St. Clair aparecem bastante nesse livro. É bom ver o caminho que eles tomaram depois de Anna e o beijo francês. Mais uma vez indico esse livro para quem quer uma leitura boa, leve e com personagens com uma personalidade ímpar.

Isla e o Final Feliz

isla e o final feliz - qualquer coisa vira lataseparador1Tímida e romântica, Isla tem uma queda pelo introspectivo Josh desde o primeiro ano na SOAP, uma escola americana em Paris. Mas sua timidez nunca permitiu que ela trocasse mais do que uma ou duas palavras com ele, quando muito.

Depois de um encontro inesperado em Nova York durante as férias, envolvendo sisos retirados e uma quantidade considerável de analgésicos, os dois se aproximam, e o sonho de Isla finalmente se torna realidade. Prestes a se formarem no ensino médio, agora eles terão que enfrentar muitos desafios se quiserem continuar juntos, incluindo dramas familiares, dúvidas quanto ao futuro e a possibilidade cada vez maior de seguirem caminhos diferentes.

Com participações de Anna, Étienne, Lola e Cricket, personagens mais do que queridos pelo público apresentados em livros anteriores da autora, Isla e o final feliz é uma história de amor delicada, apaixonante e sedutora, um desfecho que vai fazer os fãs de Stephanie Perkins suspirarem ainda mais.separador2

Finalmente chegamos até Isla e o Final Feliz. Vou confessar que dos três livros esse é o meu favorito. Isla (lê-se Aila) também estuda no mesmo colégio francês que Anna e St. Clair estudavam. Ela sempre foi apaixonada pelo Josh, o melhor amigo de St. Clair. Mas ela trocou pouquíssimas palavras com o garoto ao longo dos anos. Porém, tudo muda no último ano do colégio. Isla toma coragem e finalmente começa a conversar com Josh. Ele, que sempre foi um garoto que ama desenhar, adorou o fato de que Isla se aproximasse. Os dois sempre foram muito parecidos. Isla compartilha com ele vários dos seus segredos. Josh não fica atrás, ele confia verdadeiramente em Isla, a ponto inclusive de leva-la junto em suas viagens pela Europa. Mas, nem tudo é um conto de fadas. Isla é uma menina insegura, além de ser indecisa. Ela vai precisar fazer escolhas e é claro que Josh lhe ajudará nesse processo. Mas, Josh também precisará descobrir qual caminho certo ele precisa tomar na sua vida.

Esse livro se tornou o meu queridinho dos três pelo simples fato de Isla ser uma menina comum. Ela é tímida, não sabe ao certo o que quer para a vida. E acaba sempre tentando proteger as pessoas que ama. Já o Josh é um menino introspectivo que vê em uma folha de papel um mundo. São nos desenhos que ele descarregava a sua energia. Ele acaba sendo o tipo de garoto inteligente, mas que por algum motivo não gosta de mostrar o quanto sabe. Mas é ao lado um do outro que esses dois mudam, eles percebem que tem tanta coisa em comum, além é claro o fato de gostarem um do outro.

Eu amei esse livro e acabei postando vários snaps. Se quiserem me seguir vocês me encontram lá como Samila Bezerra. Amei todas as citações arquitetônicas que eu encontrei no livro. Amei o romance dos dois. Amei a leveza do livro. E amei rever todos os personagens dos dois livros anteriores.

Lendo esses três livros da Stephanie Perkins, eu pude perceber que ela adora escrever sobre os jovens e as suas inseguranças. Todos os personagens são bem diferentes um do outro, mas TODOS enfrentam problemas que os deixam frágeis. Em cada livro Stephanie nos mostrou como os personagens conseguiram superar seus problemas, sem perder a leveza.

Super indico esses livros para todos que gostam de livros bons, com cenários incríveis e personagens únicos. Tanto Anna e o Beijo Francês e Lola e o Garoto da Casa ao Lado foram lançados pela editora Novo Conceito, já Isla e o Final Feliz foi lançado pela editora Intrínseca. Espero que vocês tenham gostado do especial. Caso não tenham lido os livros corram e leiam, vocês não vão se arrepender.

VITRINE

ISLA E O FINAL FELIZ – Stephanie Perkins / Editora: Novo Conceito / Valor: R$ 25,50 (compre aqui)

LOLA E O GAROTA DA CACA AO LADO – Stephanie Perkins / Editora: Novo Conceito / Valor: R$ 29,86 ( compre aqui)

ANNA E O BEIJO FRANCÊS – Stephanie Perkins / Editora: Intrínseca / Valor: R$ 30,73 (compre aqui)

O OUTRO LADO DA MEMÓRIA – BEATRIZ CORTES

o outro lado da memória - Beatriz Cortes - Blog Qualquer Coisa Vira Lat

teste1“…Cansei! Não posso mais ficar sem você, entende? Desde a primeira vez que a gente se beijou não consigo parar de pensar: o que eu mais quero é ter você, poder te chamar de minha, sabe? Não como um objeto de posse, mas como alguém que eu quero para sempre comigo.” (Pag. 147)teste2

Olá, Vira Latas! Hoje é dia de mais uma resenha, precisamente, O Outro Lado da Memória, da escritora Beatriz Cortes. Eu amei o livro Aonde Quer Que Eu Vá; mas confesso que esperava um pouquinho mais de O Outro Lado da Memória. Apesar de que após terminar a leitura eu consegui entender o que a Beatriz quis passar.

O livro conta a história da Luíza Bedim, uma jovem cheia de sonhos que passou por uma grande tragédia em sua vida. Em um determinado dia na escola, ela é apresentada ao novo capitão do time de basquete. O Arthur, um menino lindo, que por incrível que pareça, aparentemente, não causou uma boa impressão na menina.

Em um certo dia, a Luíza acaba contando para as amigas que o Arthur deve ser mais um carinha convencido. O que a menina não esperava era que Arthur ouviria toda a conversa. Resultado: o garoto chamou a atenção de Luíza. Mas ambos foram repreendidos pelo zelador. Quem iria acreditar que o casalzinho, que estava praticamente colados dentro de uma salinha, apenas conversava? A diretora não quis acreditar nessa história que eles contaram. Como castigo os dois passariam a arrumar toda a escola no final das aulas.

Vocês já devem imaginar o quanto Luíza odiou ter que passar as suas tardes com o Arthur. Para piorar tudo, o seu ex-namorado voltou para a escola. Vocês já devem estar imaginando a confusão que o livro se transformou.

Não quero dar spoilers do livro. Mas como vocês já devem ter percebido, o Arthur fará de tudo para mostrar a Luíza que ele não era um menino ruim. Ele incrivelmente sempre está por perto nos momentos em que ela mais precisa de ajuda. Além disso, ele terá de grande importância na luta de Luíza contra o seu passado.

O livro é bem legal, li em menos de vinte quatro horas. Sem dúvidas a escrita da Beatriz nos prende de um jeito absurdo. O livro foca muito no poder do amor, do quanto ele é importante na nossa vida ao ponto de superarmos os nossos problemas. Mas o que me deixou um pouco frustrada foi o simples fato de como o problema foi resolvido. A estória poderia ter um desfecho mais fácil, mas sabe como é o livro: contava a estória de uma adolescente que possuía amigos adolescentes. E como sabemos, adolescentes acham que sabem de tudo. Se eles tivessem pedido a ajuda de um adulto tudo teria se resolvido mais fácil.

Senti falta também de mais páginas. Criei tanta expectativa para algumas cenas que não tiveram tantos detalhes. Apesar desses pontos que eu citei, o livro é muito bom e super indico para quem está afim de uma leitura leve, apesar de ter uma certa treta. Além, é claro, de contar com o mocinho super fofo. Queria o Arthur na minha vida. O livro foi lançado pela editora Novo século e apesar de possuir 231 páginas acabará sem que você perceba.

VITRINE

O OUTRO LADO DA MEMÓRIA – BEATRIZ CORTES / Editora: Novo Século / Valor: R$ 22,49  (Compre aqui)

TE DESEJO ENTRE ROSAS @ ESTRELAS – ANNE KRAUZE (#AchadinhosdaAmazon)

TE DESEJO ENTRE ROSA @ ESTRELAS - BLOG QUALQUER COISA VIRA LATAOlá, Vira Latas. Hoje é dia de resenha e essa é bem especial( lá vem ela com esse papo de resenha especial). Como eu já disse, não tenho culpa se alguns livros mexem tanto comigo. Mas o que me levou a achar que essa resenha será especial? Quando eu comecei a ler o livro foram surgindo várias dúvidas na minha cabeça, e nada melhor do que a própria escritora, se possível, poder esclarecê-las. Foi aí que eu achei o perfil do twitter da escritora, a Anne Krauze, e elogiei o trabalho dela. Ela foi tão simpática que inclusive topou responder umas perguntas para o blog. Mas isso é assunto para outro post. Enfim, o que torna essa resenha especial é ver o amor que a escritora teve e tem ao falar sobre o seu livro.

Deixando de delongas vamos focar na resenha.

O livro de hoje se chama Te Desejo Entre Rosas @ Estrelas, ele foi escrito pela Anne Krauze e conta a estória do Bento Vargas Sanches e da Sophie Rose Miller. Os dois sempre tiveram as suas vidas ligadas; O avô de Bento era melhor amigo do avô da Sophie. As famílias enfrentaram algumas perdas: os pais de Sophie e um dos filhos e nora do patriarca da família Sanches morreram em um acidente aéreo. Sendo assim, Frederico Sanches tornou-se responsável pela pequena Sophie, que na época tinha apenas doze anos.

 A menina cresceu sem os pais, mas amor nunca faltou. Ela era a melhor amiga da Bia Sanches, que também perdeu os pais no acidente aéreo. As duas moravam com Noah, namorado de Bia, além, é claro, da Consuelo, a governanta que sempre se preocupou com o bem estar das meninas. Tudo seguia tranquilamente, Sophie dividia o seu tempo na presidência da Fundação Rose, um projeto social desenvolvido pela sua mãe e Sophie fazia questão de levar em diante. E também entre o First, o restaurante que ela e o seu melhor amigo Noah tinham aberto em Sidney. Realmente tudo estava normal… Até o dia em que Sophie precisou dar conta do local sozinha. Contudo, ela não contava que um certo moreno atraente chamaria a sua atenção a ponto de deixa-la desconcertada.

Bento Vargas, mais conhecido como Ben, era o gênio do ramo da tecnologia. Mas ele não fazia a linha “nerd” que estamos acostumados, ele se preocupava com a aparência: era malhado, moreno alto, bonito sensual… Pronto, parei! rsrs. Ele era conhecido por levar todas as suas conquistas facilmente para a cama. Sendo o típico galã dos livros. Ele achou que sua vida continuaria da mesma forma, saindo com todas as mulheres que lhe chamavam atenção e sendo o CARA número um no ramo da tecnologia. Mas desde o dia em que ele pôs os olhos em uma bela ruivinha tudo mudou.

Ben e Sophie vivem uma relação intensa. Ela realmente curte o garoto e vice versa, mas o “problema” é que ele é neto do poderoso Sanches. Se dependesse da Sophie a história dos dois não chegaria ao ponto de envolver a família, mas quem é que manda no coração?

Eu gostei muito desse livro. Dei ótimas risadas. A Sophie não é aquela típica menina frágil que sofre com as inseguranças que o galã muitas vezes fazem as mocinhas passarem. E se ela passar, ela bate de frente. A garota amadureceu cedo e não tem paciência para ficar com “mi mi mi” por causa de homem.

Outro ponto que eu amei foi a união da família, eles são super unidos. Os irmãos se preocupam uns com os outros. Não suportam ver ninguém da família mal. Eles vão até o inferno atrás de quem ousar fazer mal para algum membro da sua família. (Quando digo família estou me referindo a todos os integrantes da família Sanches, da família Miller e, é claro, dos amigos).

Vou seguir o critério que eu faço às vezes com algumas resenhas. Acho melhor eleger alguns pontos que me fizeram adorar esse livro. Assim espero não revelar nenhum spoiler. Juro que vou tentar!

  1. O livro mescla comédia e romance em vários momentos. Dei risadas com as besteiras que o Ben falava. Além da comédia, o livro tem uma pegada de ação, e põe ação nisso. E, é claro, mescla também um romance apimentado da Sophie e do Ben. Esses dois juntos são fogo.
  1.  Amei as reações que o Ben tem ao saber que o signo da Sophie é gêmeos. Ele tenta entender uma mulher desse signo, mas é muito complicado. Se você conhece uma geminiana sabe do que eu estou falando. Ah! Só para vocês não ficarem na curiosidade: o Ben é leonino.
  2. O livro tem uma história de amor fofa. O Ben não é o tipo de cara tradicional, mas o coitado tenta fazer as coisas certinhas. É que ele perde o controle quando está perto da Sophie.
  3. Lembra da ação que eu falei que o livro tem? Então, ela nos faz pensar em vários assuntos sérios que acontecem, infelizmente tão frequentemente, mas que muitas vezes passam despercebidos pela mídia: O tráfico humano. Sophie entrará em uma briga de cachorro grande contra as pessoas que praticam isso. A menina no início pensa em apenas ajudar uma criança órfã, mas ela não imaginava toda a confusão que estava por trás daquela história.
  4. Para finalizar o livro se passa na Austrália! Foi simplesmente incrível ler um livro que se passava em um lugar tão paradisíaco como aquele. A Anne não poderia escolher um lugar melhor. Tinha que ser a Austrália o cenário perfeito para a história de amor da Sophie e do Bento.

Ah! O livro, ao meu ver, é mais indicado para a galerinha maior de dezoito anos. Mas isso vai de cada um. Apesar de ser um livro com cenas sensuais, Te Desejo Entre Rosas @ Estrelas tem história. Vai fazer você dar ótimas gargalhadas e acima de tudo torcer para que o amor do casal SoBen seja mais forte do que tudo.

Super recomendo esse romance escrito por uma jovem e talentosíssima escritora. Espero ansiosamente ler os próximos livros dela. Ah! Vocês encontram Te Desejo Entre Rosas @ Estrelas na Amazon vocês não vão se arrepender.

VITRINE

TE DESEJO ENTRE ROSAS @ ESTRELAS – ANNE KRAUZE / Editora: Amazon / Valor: R$ 7,71 (Ebook) (Compre aqui)

ENTRE A RAZÃO E O CORAÇÃO – ÂNGELA AGUIAR (#ACHADINHOSDAAMAZON)

Olá, Vira Latas! Hoje é dia de resenha, mas esse é o novo quadro aqui do blog. Eu aproveitei muito as minhas férias da faculdade para devorar todos os e-books possíveis. Descobri vários escritores novos e isso que é divertido. Tem tanta gente talentosa, mas que não conseguiu ainda um contrato com alguma editora. MAS para isso existe a Amazon, onde os escritores podem publicar seus bebês; fazendo assim nós, leitores, muito felizes. Juro que vou deixar de conversa mole e focarei no livro. A primeira resenha deste quadro será Entre a Razão e o Coração, um livro escrito pela Ângela Aguiar.

Entre a Razão e o Coração conta a estória da doutora Fernanda, carinhosamente chamada de Nanda, que está fugindo literalmente de relacionamento sério, e olha que tem pretendente; um deles é o seu melhor amigo, o doutor Miguel, que é simplesmente apaixonado pela médica, mas dele ela só quer amizade.

Nanda recebe um convite irrecusável da sua amiga, a também doutora Carina, para passar um final de semana no Rio de Janeiro. É claro que a Nanda aceita, o que ela mais quer é esquecer o antigo namorado que está ‘pegando no seu pé’. O que era para ser um final de semana só de meninas acaba se transformando em um final de semana simplesmente inesquecível. Nanda conhece Alex: um carioca lindo que consegue quebrar a barreira que existia no coração dela. Juntos eles vivem dois dias intensamente, sabiam que toda a magia acabaria no domingo à tarde, mas qual mal faria aproveitar aquele momento intensamente?

O que me fez ficar louca para ler o livro foi o simples fato da irmã da Nanda, a Camila, começar a namorar o mesmo cara que a irmã. Pois é, o homem, que consegue abalar as estruturas da Nanda, começou a namorar a irmã e melhor amiga da garota. Agora Nanda viverá um dilema, deixar toda a racionalidade de lado e se envolver com esse homem especial ou agir coerentemente e deixar a sua irmã ser feliz.

Eu gostei bastante do livro! Apesar de acha-lo um pouco previsível, acho que ler vários livros faz isso com a gente. Eu gostei da forma que a Ângela escreveu os personagens, sem ‘mi mi mi’. Mas, algumas coisas me deixaram triste. Acho que o final poderia ter tido mais páginas; tudo se resolveu facilmente, gosto dos detalhes. Outro ponto que me deixou triste foram os erros gramaticais e de concordância. Eu sei que é quase inevitável um autor não errar. Eu mesma brinco de escrever e mesmo lendo o capítulo várias vezes sempre tem aquele errinho que passa despercebido por nós. Mas é triste (olha eu usando essa palavra pela terceira vez) achar vários erros em um livro que você está curtindo tanto.

Como eu disse no início o livro, Entre a Razão e o Coração foi publicado na Amazon e custa apenas R$ 2,99. Super indico essa leitura para quem gosta de um romance com conflitos, mas que tudo se resolve no final.

VITRINE

ENTRE A RAZÃO E O CORAÇÃO – ÂNGELA AGUIAR / Editora: Amazon / Valor: R$ 2,99 ( Compre aqui)

OS BONS SEGREDOS – SARAH DESSEN

Olá, Vira Latas. A resenha de hoje é do livro que eu simplesmente enrolei bastante para ler. Sabe como é, eu comprei o ebook na Amazon em uma promoção e demorei alguns meses para ler. Simplesmente tinham milhares de outros na frente, mas eu aproveitei as férias e li,  amei e quero muito o livro físico. Ah, quero um conto sobre ele também. Estou muito exigente, né? Vamos a resenha de Os Bons Segredos!

os bons segredos - qualquer coisa vira lata

Eu fiquei louca para ler esse livro graças a Pam Gonçalves, amo demais os vídeos da Pam e sempre fico morrendo de vontade de ler vários livros que ela indica. Como eu disse, aproveitei uma super promoção na Amazon e comprei. O livro traz a estória da Sidney, uma menina de dezesseis anos que carrega nas costas o acidente que o seu irmão causou a um jovem que tem praticamente a sua idade. O menino ficou paraplégico, seu irmão foi preso, e na sua casa a impressão que ela tem é ser a única pessoa que se envergonha pelo acontecido.

Vendo o quanto a sua família estava gastando com o advogado para poder diminuir a pena do seu irmão, Sidney resolve estudar em uma escola pública. Ela sabe que seus pais precisariam economizar dinheiro para a sua faculdade. Na nova escola ela conhece Layla, uma jovem bem divertida que logo puxa Sidney para andar com o seu grupo de amigos. Sidney adora as novas amizades e começa a se apaixonar por Mac, o irmão de Layla. Mas ela tenta se afastar dele, já que não seria certo se apaixonar pelo irmão da melhor amiga.

Depois da mudança de escola ela percebe que a sua vida era invisível, ela mesmo se dizia ser uma garota invisível. Mas assim que começou a andar com os novos amigos ela descobriu a sua identidade e viu que a sua vida não poderia ser ofuscada pela vida do seu irmão. Ela não era ele.

A mãe da Sidney é a típica mulher americana que dedica a sua vida a ser mãe, ela organizava agendas com os mais variáveis temas. O problema dela era não perceber o quanto a filha tinha personalidade, a mãe de Sidney era obcecada pela vida do filho. Era difícil para ela admitir que o menino estava preso. O pai de Sidney simplesmente não tinha voz na estória. Muitas vezes ele via o quanto a filha sofria, mas preferia evitar uma briga, por isso não falava nada.

Esse livro foi um dos melhores livros que eu li no ano. O crescimento da Sidney foi maravilhoso! Aliás, foi bom ver o crescimento de todos. “Os Bons Segredos” é uma ótima história de redescoberta que vale a pena ser lido por todas as pessoas. O livro foi lançado pela editora Seguinte e foi escrito pela Sarah Dessen. Simplesmente fiquei muito feliz em poder ler um livro dessa escritora que é tão elogiada lá fora, mas que aqui ainda, infelizmente, não teve o destaque que merece. Mas espero que a partir de agora todos possam ler mais o trabalho dela, eu vou procurar outros livros dessa escritora para comprar.

VITRINE

OS BONS SEGREDOS – SARAH DESSEN / editora: Seguinte / Valor:  R$27,90 ( compre aqui)

BLACKBIRD / A FUGA – ANNA CAREY

“Quando lágrimas escorrem de seus olhos, não é por não estar segura com ele e por saber que nunca vai estar. Não é porque vai morrer sob essas árvores. É porque sabe que não importa. Ele está aqui e te ama e, por esse motivo, você não tem mais medo.” (Pag. 144)

blackbird - qualquer coisa vira lata


Sinopse: Uma garota acorda nos trilhos do metrô de Los Angeles sem lembrar quem é. Há uma mochila a seus pés contendo uma troca de roupas, mil dólares em espécie, um número de telefone e a instrução “Não ligue para a polícia” Perguntas rodopiam em sua cabeça: Quem é ela? Como chegou ali? O que ela fez? O que significa a tatuagem de um pássaro e o código FNV02198 em seu pulso? Ela mal tem tempo para descobrir sua identidade, e logo percebe que está sendo caçada. Precisa fugir desesperadamente. Não sabe quem são eles, não sabe em quem confiar. Só há uma coisa que sabe com certeza: estão tentando matá-la.


Eu não sei nem por onde começar essa resenha. Sério, esse livro me deixou extremamente confusa. Mas acreditem: eu parecia uma louca lendo as últimas páginas e agora quero saber como essa estória terminará.

Eu ganhei esse livro de presente de aniversário do Alef, o dono deste blog. Tive a grande ideia de levar o livro para ler no ônibus, quando saísse da faculdade. Mas, simplesmente, eu não conseguia. Esse é o tipo de livro que o ambiente precisa colaborar, caso contrário você se perderá facilmente no enredo.

Como vocês puderam vê pela sinopse, o livro conta a estória de uma garota que acorda nos trilhos de um trem sem saber quem é, e o que está fazendo ali. O mais interessante é que o livro é narrado em segunda pessoa, ou seja, nós somos a garota. Temos assim a missão de descobrir o que está acontecendo, quem quer nos matar, em quem podemos confiar. É claro que é preciso arriscar e é isso que a garota (no caso, nós) faremos, mas nem sempre escolheremos o caminho certo.

Como eu disse: essa resenha seria muito complicada. O livro é relativamente curto. Sendo assim, fica muito mais fácil soltar algum spoiler. Mas aqui vão algumas dicas: Se vocês amam suspense podem apostar em Black Bird, vocês vão ficar curiosos para saber o que aconteceu. A segunda dica: não leia esse livro em locais barulhentos, é necessário ter foco. Uma simples página que você não entende pode comprometer os próximos capítulos (precisei reler algumas páginas pelo menos duas vezes). E por último: se preparem para ficar admirando esse livro que SIMPLESMENTE tem o miolo rosa (confesso que fui pesquisar se o termo era miolo e descobrir que também é chamado de refilo). Para vocês terem noção eu não usei nenhum post it, simplesmente por não querer interferir no livro que por si só já é lindo.

Então é isso, Vira Latas, leiam Black Bird e comentem o que vocês acharam. Apenas tenham cuidado com os spoiles. Até a próxima resenha.


VITRINE

BLACKBIRD – ANNA CAREY  / Editora: V&R Editoras / Valor: R$ 20,90 (Compre pela Amazon)

AONDE QUER QUE EU VÁ – BEATRIZ CORTES

“Uma frase de Sartre marcou aquela noite na minha vida: “Não importa o que fizeram com você. O que importa é o que você faz com o que fizeram com você”[…]” (Pag. 315)

AONDE QUER QUE EU VÁOlá, Vira Latas, a resenha de hoje está sendo escrita ao som de Aonde Quer Que Eu Vá, dos Paralamas do Sucesso. O livro de hoje tem o mesmo nome da canção. Sim! Aonde quer que eu vá, da talentosíssima Beatriz Cortes.

Ler esse livro era uma das coisas que eu mais queria. A Beatriz virou nossa parceira no blog (imaginem a felicidade em que estamos com isso). Fiquei mais feliz ainda por ter AMADO esse livro. Essa resenha é completamente verdadeira. Beatriz conseguiu arrancar muitas, mais MUITAS lágrimas minhas. E agora todas as vezes que eu escutar a música dos Paralamas irei me lembrar da Ester e do Bruno.

O livro narra à estória da Ester, uma ginasta que estar treinando freneticamente para as olimpíadas de Sydney, que ocorreram em 2000. Ester na época tinha 20 anos, mesmo treinando bastante para o seu grande momento ela sentia um vazio que não sabia muito bem explicar do que se tratava. Mas ela acabou deixando esse “problema” de lado e tentou focar apenas nas olimpíadas.

O que Ester não imaginava era que do outro lado do mundo ela conheceria a pessoa que mudaria o seu mundo para sempre. Em um baile de máscaras, cujo ela não deveria nem participar, ela conheceu o Bruno, o psicólogo mais desastrado e mais apaixonado que poderia existir.

Fomos subindo degrau por degrau, observando cada detalhe que estava exposto ali naquele lugar. O movimento frenético das pessoas foi ficando para trás e conforme subíamos, nossa imagem no espelho lá em cima se tornava maior. Ver meu reflexo ao lado dele me deixou gelada. Meus pelos arrepiaram e ele certamente notou que eu estava inquieta. Bom, ele era psicólogo. Sabia disso melhor do que eu. “Não falamos nada até chegarmos lá em cima. O silêncio me pareceu confortável por dois motivos: ele estava acostumado com isso e eu também estava. Muitas coisas não ditas são eternizadas. “(Pag. 57).

AONDE QUER QUE EU VÁ - beatriz cortes - qualquer coisa vira lataNesse exato momento eu escuto a música De janeiro a janeiro, cantada por Nando Reis e pela Roberta Campos. Eu sei que ela não faz parte da trilha sonora do livro, mas é impossível não relacionar à canção a história de amor da Ester e do Bruno. Os dois possuem um amor lindo, um amor raro, o verdadeiro amor. O tipo de amor que permanece e até mesmo aumenta em cada situação que as pessoas que os sentem passam. Sejam momentos bons ou até mesmo os momentos mais complicados que o ser humano acaba passando.

“-Eu não sei como, não sei por que e muito menos quando isso aconteceu. Mas a única coisa que sei é que amo você, Ester, desde o primeiro momento em que te vi. E eu não vou te perder novamente.” (Pag. 190).

Ester vê em todo esse amor uma forma de superar todos os problemas que surgiram naquela olimpíada de Sydney, ela ainda sofre bastante por causa dos acontecimentos daquele dia. Mas ela passa a ter noção de que uma hora ou outra ela precisará lutar contra os fantasmas que tanto lhe atormenta.

Esse livro me fez pensar em como cada atleta se sente diante da pressão que sofrem por causa das competições, principalmente por causa das olimpíadas. Esse livro me fez ficar com mais vontade de ver as apresentações de ginástica, de vibrar com as meninas e com os meninos, rezar para que eles façam as suas melhores apresentações e que no fim dê tudo certo na trajetória de cada um. Esse livro me fez ter mais vontade de assistir as olimpíadas do Rio de Janeiro, torcer por cada atleta brasileiro. E fiquei com muito mais vontade de ler os livros da Beatriz (em breve teremos mais resenhas dos outros dois livros dela, e espero sentir a mesma emoção que eu senti nesse).

Não poderia acabar essa resenha sem falar o quanto eu amei o livro em si. A capa é linda! As cores são lindas! E o que falar do início de cada capítulo, simplesmente há o desenho de uma flor. O livro, como eu disse, é lindíssimo e foi lançado pela editora Novo século. Espero de coração que vocês tenham gostado desse livro e que vocês tenham o poder de ter um amor tão lindo como a Ester e o Bruno tem um pelo outro. (Eu também quero um amor assim).


VITRINE

AONDE QUER QUE EU VÁ – BEATRIZ CORTES / Editora: Novo Século  / Valor: R$ 31,90 (Compre aqui pela  Amazon)