MINHA RENDIÇÃO – CINTHIA FREIRE

Vira Latas, a resenha de hoje é mais uma daquelas em que eu falo o quanto o livro é especial. MAS, ao invés de vocês pensarem: de novo esse papo! Saibam que essas são as resenhas que mais amo, uma vez que são de livros que de alguma forma mexeram comigo. Dado o recado, a resenha de hoje é sim uma daquelas bem especiais, por “n” motivos.  Dois deles são que o livro de hoje é uma continuação de uma série que eu amo, e o segundo motivo é que a escritora virou parceira do blog. Apenas estou surtando de felicidade enquanto digito a resenha. Recados dados, vamos focar na resenha, antes que ela fique gigantesca.

Ano passado eu resenhei para o blog o livro Meu Erro, que eu simplesmente AMO. Fiquei completamente encantada pela escrita da Cinthia Freire, ela conseguiu colocar no papel tanto amor e tanta verdade. A Cinthia sabe o quanto eu amo o trabalho dela e o quanto eu AMO o Gabriel. Sério, eu não consigo explicar o porquê desse personagem ter mexido tanto comigo. A resenha de hoje não é  diretamente sobre o Gabriel, mas ele foi fundamental para que esse livro acontecesse. Não posso dar spoilers, mas prometo tentar explicar a vocês um pouco da história do novo trabalho da Cinthia.

 Minha Rendição é o novo livro da Cinthia, e que livro! Nele conhecemos um pouco mais sobre o Vinícius, o irmão da Verônica, que teve um papel importantíssimo no livro Meu Erro. Vinícius não se perdoa por algo horrível que ele fez no livro anterior. Por esse motivo, ele vê no trabalho voluntário uma forma de se redimir com a sociedade. Ele dedica seus dias e noites a procurar investidores que o ajudem na sua ONG. Mesmo fazendo de tudo para ajudar as pessoas carentes, Vinícius sente que aquilo é pouco. Ele nunca vai se perdoar por ter ferido as pessoas que ele ama.

 Poliana é uma menina que não teve uma vida fácil. Ela morou até os dezoito anos em um orfanato, e ao sair de lá, ao invés de conhecer um mundo bonito, sofreu bastante em um relacionamento abusivo. Foram os piores anos da vida da Poli, tanto que ela deixou de confiar nos homens. Ela apenas queria trabalhar, cuidar da sua cachorra, a Joana, e seguir a sua vida.

Como deu para perceber, os nossos dois personagens não tiveram uma vida fácil. Estava pensando e cheguei a conclusão de que os dois sofreram bastante, talvez Poli tenha sofrido por mais tempo, mas o que Vinícius passou também não foi algo fácil. Os dois possuíam almas carregadas pela dor, contudo, queriam e mereciam uma nova chance para recomeçar.

Vocês, alguém pelo menos, devem estar se perguntando como é que esses dois tiveram seus destinos cruzados. Como eu falei, o Vinícius, junto com seus amigos, criaram uma ONG em um bairro bastante carente. Um certo dia, eles foram almoçar no restaurante que recebia todos os dias vários caminhoneiros e pessoas que estavam de passagem pelo local. Poli era garçonete desse lugar, e como vocês já devem ter imaginado foi só ela avistar o lindo loiro e ele avistar a pequena ruiva que o interesse entre os dois foi mútuo.

Confesso que ler uma continuação sempre dá um medo, não que eu esperasse uma escrita ruim. A Cinthia já provou que nasceu para escrever. Eu tinha medo de não ser conquistada pelos personagens. Sou tão apaixonada pelo primeiro livro que tive medo de não sentir o mesmo por esse. Mas eu estava completamente enganada! Esse livro é tão maravilhoso quanto o primeiro. O li na hora certa, se deixasse para ler depois iria ficar perdida, iria ter que dividir o meu tempo entre estudar para as provas e fazer projetos. Eu simplesmente não conseguia parar de ler Minha Rendição. Inclusive, cheguei ao ponto de quase chorar na faculdade com o final… E que final!

Falando brevemente sobre os personagens:

Vinícius: confesso que estava bastante chateada com o que ele tinha feito no outro livro. Mas, consegui tentar entender os motivos que o levaram a errar tanto. Vini se mostrou um mocinho incrível, respeitador, atencioso, amoroso e que colocava sempre as pessoas na sua frente. Ele sem dúvidas é um homem bom, que errou no passado, mas que luta todos os dias para se redimir.

Poli: ela é uma personagem que representa muito bem várias mulheres do Brasil e do mundo, que sofrem constantemente com o relacionamento abusivo. A Cinthia abordou um tema muito sério, mas ela conseguiu com maestria mostrar a realidade. Infelizmente, existem meninas que passam pelo mesmo que a Poli passou. Só nos cabe denunciar, apoiar a vítima e, é claro, rezar para que elas consigam sair dessa situação.

Ah! O Vini conseguiu mostrar que o amor é maravilhoso. Poli percebeu que tinha um HOMEM ao seu lado com quem ela poderia contar sempre.

Se pudesse passaria horas escrevendo sobre os outros personagens, mas isso viraria um livro e provavelmente ninguém leria até o final. Então, de forma resumida, amei conhecer a Marina, a melhor amiga da Poli. A garota chega chegando e sem dúvidas seria melhor amiga da Verônica, caso essa já não tivesse a Carol. Falando nessas duas, a Verônica continua tendo um relacionamento seríssimo com o Fábio, além, é claro, de continuar cuidando de todos que ela ama. Agora falando sobre o meu casal favorito, todas às vezes que eles apareciam eu vibrava, mas a vontade de chorar crescia ao ver que o nosso menino estava sofrendo. Quando vocês lerem irão entender.

Vira Latas, eu já falei tanto, porém, espero do fundo do meu coração que vocês tenham entendido a resenha. A Cinthia, mais uma vez, trouxe temas do dia a dia. Ela nos envolve nos seus livros a ponto de não sabermos o que é real e o que é fictício. Sofremos, rimos e ficamos completamente apreensivos com os demônios do passado que resolvem aparecer.

Cinthia, muitíssimo obrigada por confiar no nosso trabalho, saiba que a minha meta é ter os seus dois babies, Meu Erro e Minha Rendição, na minha estante. Tenho certeza que esses serão livros que eu irei pegar sempre para matar a saudade.

 

Samila Bezerra
Samila Bezerra

Estudante de Arquitetura na Universidade Federal de Alagoas, é apaixonada por livros e quer conhecer o mundo...

  • Cinthia Freire

    Obrigada pela linda resenha ❤

    • Samila Bezerra
      Samila Bezerra

      Eu que agradeço pelo livro lindo! <3

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *