EU ASSISTI: LA LA LAND – CANTANDO ESTAÇÕES

Olá, Vira Latas. Recentemente fui assistir La La Land com uma galera boa do teatro. Pra quem está por fora, o filme se trata de um musical, em que Mia ( Emma Stone) é uma jovem atriz que sempre sonhou em ser um artista de sucesso, contudo, ainda é a funcionária do café. Apesar de estar sempre passando por diversos testes e sempre estar envolvida no meio artístico parece que sua carreira nunca irá alavancar. Entre um caminho e outro, ela acaba se apaixonando por Sebastian (Ryan Gosling) que é um ótimo pianista, apaixonado por Jazz e sonha em abrir o próprio bar de Jazz. Enquanto eles buscam fama pelas ruas de Los Angeles, os dois tentam fazer a relação dar certo.

Eu sempre gostei de musicais, apesar de que até hoje procuro forças para poder conseguir terminar de assistir Os Miseráveis. Contudo, gente, o que é esse filme? La La Land traz de volta todo o espírito dos grandes musicais da Era do Ouro dos cinemas americanos. Ah, é bom que fique claro que não sou um grande entendedor do assunto, apenas gosto de assistir filmes, ainda sim, deixarei minha opinião e o que observei durante as duas horas de filme legendado.

A fotografia está simplesmente maravilhosa. O filme têm quatro tons: vermelho (esta em mais destaque), amarelo, verde e azul. A trilha sonora, nossa, se deixar a gente sai da cadeira e faz um musical ali mesmo, na sala do cinema. Não é atoa que o filme ganhou o Globo de Ouro na categoria Melhor Canção Original. O roteiro está ótimo, não há um momento em que você perca a atenção. E gente, o que falar da atuação da Emma e do Ryan? Perfeita, tão perfeita que simplesmente fica bem difícil de acreditar que ela não consegue os papeis nos testes que ela faz durante o filme. Realmente é um filme inspirador, sobre sonhar e acreditar que somos capazes de chegar onde queremos, de sermos aquela pessoa que é reconhecida por todos quando vai comprar um simples café.


Então, Vira Latas, eu indico muito esse filme. Veja uma obra prima que vai te relembrar a magia dos grandes musicais. Tem muita dança e muito Jazz. E muito Globo de Ouro também:

Melhor comédia Musical: La La Land – Cantando Estações

Melhor diretor: Damien Chazelle (La La Land – Cantando Estações)

Melhor ator de comédia ou musical: Ryan Gosling (La La Land – Cantando Estações)

Melhor atriz de comédia ou musical: Emma Stone (La La Land – Cantando Estações)

Melhor roteiro: Damien Chazelle (La La Land – Cantando Estações)

Melhor canção original: City Of Stars (La La Land – Cantando Estações)

Melhor trilha sonora: La La Land – Cantando Estações

Alef Jordi
Alef Jordi

Estudante de Letras, criador do blog Qualquer Coisa Vira-lata,
Potterhead assumido e um sonhador sem limites. Sonha em publicar
um livro antes dos 30. E ama promover ações sociais.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *