BOA NOITE – PAM GONÇALVES

Oi, Vira Latas, eu não sei vocês, mas eu amo falar sobre feminismo, e não tem nada melhor do que ler um livro que trata sobre esse tema, e que foi escrito por uma pessoa que realmente levanta essa bandeira. Estou falando do livro “Boa Noite”, escrito pela nossa Pam Gonçalves. Se vocês quiserem saber o que eu achei do livro é só continuar lendo a resenha.

boa-noite-am-golcalves-qualquer-coisa-vira-lata-blog-2

Boa Noite conta a história da Alina, uma jovem de dezoito anos que começará a sua sonhada faculdade de engenharia da computação. Ela sempre foi a filha certinha, a aluna certinha. Nunca deu problema a ninguém! E, sinceramente, ela queria mudar. Estava cansada dessa imagem que todos tinham sobre ela, então seria nessa nova fase da sua vida que ela esperava que as mudanças acontecessem.

Alina foi morar em uma república, apelidada carinhosamente como “República das Loucuras”. Lá ela passou a morar com a Manu, a amiga mais doida e gente fina que alguém poderia ter. Com a Talita, que era mais ajuizada, mas amava ficar de amassos com o namorado pelos quatros cantos da república. O namorado de Talita era o Bernardo, que morava mais na república do que na sua própria casa. E com o Gustavo, o dono da república, estudante de medicina e simplesmente lindo.

Alina viu que era completamente diferente daquelas pessoas, mas ela rapidamente os adotou como família e foi bem aceita por todos. Com eles, ela passou a sair para as festas. E em uma dessas saídas ela conheceu o Arthur, um jovem estudante de medicina que, a princípio, encantará Alina. Mas que ao longo da trama percebemos quais são as verdadeiras intenções dele.

Além de ter que lidar com essa personalidade dúbia de Arthur. Com o amadurecimento da sua própria personalidade. Alina lidará com uma turma formada praticamente por meninos que, em sua maioria, se acham no direito de falar e tratar as meninas com inferioridade. Alina, junto com as suas colegas de classe, tentará mostrar que as mulheres podem e devem estudar aquilo que querem. E que o machismo precisa acabar.

Eu amei esse livro da Pam! Li rapidamente e adorei a forma que ela abordou os diversos temas. Infelizmente, tudo que ela escreveu acontece em muitos cantos do Brasil e do mundo. Os abusos que ocorrem nas faculdades e ,que na maioria das vezes, não vêm a tona. Pam conseguiu em 237 páginas falar sobre como nós mulheres temos que lutar contra esse mal chamado machismo, e com essa mania que a sociedade tem de achar que nós, mulheres, temos menos direitos que os homens. E que se usamos uma roupa curta e se sofremos assédio com isso a culpa é da “vítima”.

Esse é sem dúvida um livro que todos deveriam ler. Ele nos mostra que é possível lutar. E que temos sempre que apoiarmos as nossas irmãs e mostra-las que nunca estamos sozinhas, e de que ela não tem culpa de nada. Então, se você quer ver como foi a jornada da Alina em apenas um semestre na faculdade, e que semestre, não deixe de ler esse livro. Tem romance. Mas a grande temática do livro é a sororidade.

… Várias garotas sofrem abuso sexual todos os dias na nossa universidade, na nossa cidade, no nosso estado, no país, no mundo inteiro. E a maioria não denuncia e nem pede ajuda. -Olho um a um os meus colegas. Alguns ainda com a expressão indiferente, outros constrangidos  uns até mesmo concordando com a cabeça. -Sabem por quê? Porque a maioria vai ser culpada por vocês. Por nós. Porque, para a nossa sociedade, é normal assediar. Porque, se ela não quisesse, não sairia de roupa curta. Porque, se ela não quisesse, não andaria sozinha. Porque, se ela não quisesse, não estaria bebendo. Porque, se ela não quisesse, não estaria VIVENDO. -Começo a me emocionar. -Só queremos que ela possa pedir ajuda em um ambiente seguro, ter o suporte necessário. (Página 212)

VITRINE

BOA NOITE – PAM GONÇALVES / Editora:Galera Record  / Valor: R$ 23,90 ( Compre aqui)

Samila Bezerra
Samila Bezerra

Estudante de Arquitetura na Universidade Federal de Alagoas, é apaixonada por livros e quer conhecer o mundo…

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *