QUEM, EU? – FERNANDO AGUZZOLI

Oi, gente! tudo ótimo com vocês? A resenha de hoje é bem especial. Eu sei que todas são. Mas essa atualmente é a mais. Antes de contar um pouco sobre a história do livro, preciso falar como foi que eu conheci essa obra.

Em novembro ocorrerá a bienal do livro aqui em Alagoas 😀 e eu estou louca para ir. Eu sigo a página da bienal no facebook e eles colocaram que o Fernando Aguzzoli iria participar. Confesso que não sabia nada dele, mas eu me interessei pelo livro. Algumas semanas depois ele participou de um programa de TV aqui em Maceió, e eu tive mais certeza ainda que eu queria aquele livro. Fiquei feito louca acompanhando o site da Saraiva, e na primeira oportunidade eu o comprei.

quem EUGente, esse livro é lindo! Tudo bem que é o tipo de livro que você já sabe o final, mas mesmo assim é impossível não se emocionar. O livro conta a história da vovó Nilva e do seu neto, que é o Fernando. Após alguns mal estares Fernando e a sua família descobrem que a sua avó está com Alzheimer. Fernando começa a pesquisar um pouco sobre a doença e tudo que ele achava o deixava mais triste. Após de um tempo convivendo com a doença Fernando começou a compartilhar no facebook suas experiências e a de sua avó com a doença. Lá ele ganhou seguidores que adotaram a vovó Nilva, pessoas que se preocupavam com a avó dele. Encontrou também pessoas que contava as suas próprias histórias. Foi graças a essa página que o livro surgiu.

Em 191 páginas, Fernando nos mostra a sua transformação em neto para pai, já que é assim que ele se denominava quando falava sobre a sua relação com a sua avó. Nessas mesmas 191 páginas, pelo menos comigo foi assim, você ri e chora muito. Gente não é spoiler, mas a vovó Nilva morreu. Inclusive o Fernando estava escrevendo o livro junto com a sua avó quando ela veio a falecer.

quem eu1

Eu sabia que iria chorar quando a cena da morte acontecesse, e chorei horrores. Fernando passou tanto, mais tanto sentimento, que era impossível não sofrer com ele, Nessas 191 páginas ele ainda falou como foi à mudança da sua avó, para a sua casa. Além é claro de outros momentos marcantes.

Assim que ouvi o diagnóstico, me sentei ao lado da vó, segurando firme a sua mão e o choro. Eu simplesmente não sabia o que fazer. Queria saber, mas não sabia. Quantas vezes na vida me senti perdido e fui em busca de uma palavra dela? Foram tantas às vezes em que conselhos da vovó me deram um norte. E agora, a quem recorreria? (Página 71)

Nessa mesma obra Fernando reuniu vários especialistas que deram alguns relatos muito importantes, falando como cada área podia ajudar na melhora do paciente com Alzheimer.

[…] As cores contrastantes ajudam a pessoa a ver onde acaba o chão e começa a parede. As portas de uma cor diferenciada ajudam a encontrá-las com mais facilidade. Por Anne Thomsen, arquiteta e urbanista. (Página 182)

Eu já estava achando o livro maravilhoso. Era como se eu convivesse de alguma forma com a vovó Nilva. Mas o Fernando conseguiu deixar tudo bem melhor com a reunião de diálogos aleatórios que ele e a sua família tiveram com a sua vovó.

[…]

Tem que tirar o papelzinho

EU Que pap… vó. Larga o pastel!

Mas tem que fritaaaar!

EU São nove horas da manhã

E daí?

EU É muito cedo para fritar pastel, tu acabaste de comer uma torrada com achocolatado. Se tu falares mais uma vez nesse pastel, teu almoço vai ser sopa!

Não eu quero pastel! Parei.

EU Muito bem.

[…]

(Página 118)

Esse livro deveria ser leitura obrigatória para todas as pessoas. Fernando e a vovó Nilva dão uma aula de amor para todos nós. A obra foi lançada pela editora Paralela e está lindíssima. Ah! Lembra que eu falei que o Fernando Aguzzoli participará da bienal? Então, eu estou louca para ver a palestra e quem sabe pegar um autógrafo.

quem eu2 quem eu3

Se você for daqui de Alagoas, o Fernando fará a sua palestra no dia 22 de novembro, às três da tarde, no auditório do primeiro andar, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso. 😉

Samila Bezerra
Samila Bezerra

Estudante de Arquitetura na Universidade Federal de Alagoas, é apaixonada por livros e quer conhecer o mundo...

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *