PRESENTES DA VIDA | EMILY GIFFIN – NOVO CONCEITO

presente da vida 2Oi, galera! Tudo ótimo com vocês? Espero que sim!  A resenha de hoje é sobre um livro que eu li no início do mês passado, mas como tinha outros na frente, ele só será resenhado agora. Estou falando do “Presentes da vida” que eu comprei no Submarino, nos quarenta e cinco do segundo tempo. Como assim? A Submarino estava com uma promoção legal, vários títulos estavam por DEZ REAIS. Eu não podia deixar essa oportunidade passar, afinal de contas amo ler e amo mais ainda promoção. O problema era qual livro comprar. Juro que pensei em outros três títulos, mas quando procurava as resenhas no Skoob vi que muita gente não tinha gostado dos livros. Eu sei, isso não é motivo para não comprar. Eu estava prestes a comprar um livro que eu li a um tempo da minha prima, o livro é “Eu sou o mensageiro”. Quando do nada achei o livro da Emily Giffen, o “Presentes da vida”, como eu já comentei. Já tinha lido dois livros dela, adoro a sua escrita então pensei por que não? Ainda bem que eu comprei. Acho que a minha introdução ficou enorme, mas se você quiser saber um pouco mais desse livro é só continuar lendo a resenha.

O livro conta a estória da Darcy Rhone uma mulher de vinte e nove anos que tinha uma vida “perfeita”, tinha um emprego que pagava bem, um noivo lindo e rico e uma vida social bastante animada. Darcy sempre foi o tipo de pessoa que gostava de chamar atenção, se ela fosse a uma festa ela queria ser o centro das atenções e não parava por aí ela gostava de se sentir desejada pelos homens. Mas o seu castelo de contos de fadas foi a ruína quando o seu noivado com o Dex terminou. E uma das principais responsáveis pelo termino era a sua melhor amiga: Rachel.

Mas aconteceu uma coisa que me fez questionar tudo que pensava sobre o mundo: Rachel, minha madrinha sem graça, com cabelo cor ondulado cor de creme de trigo, colocou as mangas de fora e roubou o meu noivo. (Página 13)

Não pensem que a Darcy era completamente vítima nessa história, ela estava longe de ser. Enquanto o seu noivo mantinha o caso com a sua melhor amiga e madrinha de casamento. Darcy também vivia um romance com Marcus companheiro de quarto de Dex na faculdade e também padrinho de casamento. Pior de tudo, ela acabou engravidando do Marcus e sinceramente aquele cara não nasceu para ser pai.

Quando Darcy percebe que a sua vida pela primeira vez não está do jeito que ela sempre quis, resolve ir para Londres morar com um “amigo” para tentar recomeçar.

Pensei em Dex novamente. Desta vez, eu não tinha ninguém de reserva. Nenhum pretendente esperando por mim. Eu estava pela primeira vez na vida, completamente sozinha. (Página 149)

Se existe alguém que consegue fazer tudo do seu jeito com certeza essa alguém é Darcy Rhone. Com todo o seu carisma ela consegue arranjar novas amigas, novos pretendentes. Tem praticamente a mesma vida que possuía em Nova York só que dessa vez em Londres. Mas será que Darcy vai agir como a mesma menina mimada que ela agiu nos últimos vinte e nove anos? Ou vai aprender a ser uma nova mulher? Infelizmente essas respostas eu não poderei dar, quero evitar ao máximos os spoliers.

Por mais que eu quisesse jogar toda a culpa neles, eu sabia que também era culpada. Todos nós éramos culpados. Todos nós tínhamos mentindo e traído. Mas, apesar de tudo, eu sabia que nós éramos boas pessoas. Que merecíamos uma segunda chance, uma chance para ser feliz. (Página 358)

Eu gostei bastante da estória. Não achei a Darcy tão coitadinha como dar a entender na sinopse. Para falar a verdade ela continua sendo a mesma mulher cheia de caprichos, mas que ao longo da vida vai aprendendo o que é o certo ou não a se fazer. Falando um pouquinho sobre os personagens secundários, tanto o Dex quanto a Rachel vocês encontram no livro “O noivo da minha melhor amiga”, onde a escritora mostra o ponto de vista da Rachel e o que a levou se apaixonar pelo Dex. Ah! Esse “amigo” da Darcy que eu citei também aparece no primeiro livro. O legal é que podemos vê-lo sobre dois pontos de vista. Caso você esteja se perguntando se é necessário ler o “Noivo da minha melhor amiga” saiba que não é. MAS, caso vocês leiam poderão entender direitinho o motivo do fim do noivado da Darcy.

Eu amei essa capa! Parabéns Novo Conceito! Amei esse azul da capa e esse parque que é representado. A diagramação do livro está linda. E mais uma vez a Emily Giffin arrasou na escrita. Espero que vocês tenham gostado da resenha. Caso tenham lido esse livro ou outro da escritora comentem aqui, vou amar saber a opinião de vocês.

VITRINE

PRESENTES DA VIDA – EMILY GIFFIN  | EDITORA: NOVO CONCEITO | VALOR: R$ 20,90

Samila Bezerra
Samila Bezerra

Estudante de Arquitetura na Universidade Federal de Alagoas, é apaixonada por livros e quer conhecer o mundo...

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *