UMA LIÇÃO DE VIDA: PENSE EM TODO AMOR…E VOCÊ SERÁ FELIZ.

Vagando pela internet  e me deparo com um post em um dos sites que mais gosto, o Hypeness.  E eu tenho que compartilhar essa história com vocês. Estou falando do Jonathan Pitre, um garoto de 14 anos que segundo os médicos já viveu metade da sua vida. Exatamente, a metade da vida. Pois ele sofre um uma doença muito grave, rara e dolorosa, a epidermólise bolhosa. De acordo com os médicos a expectativa de vida do Jonathan é de 24 anos.

Entretanto, apesar de sentir dores todos os dias o garoto ainda é suficientemente forte para mover campanhas de financiamento para o estudo da cura dessa doença. E muito além disso, ele mostra ser uma criança com uma alma linda.

É por isso que você nunca deve pensar no que você tem. Pense em toda felicidade ao seu redor. pense em todo amor, não pense em todas as coisas negativas. Pense nas coisas positivas, então você será uma pessoa muito feliz“, disse ele

Esse é o tipo de post que sempre me faz refletir muito. Ao mesmo tempo que me sinto incapaz de não poder fazer nada para ajudar essas pessoas também me sinto estúpido pelos mero problemas que tenho que enfrentar e ainda sim quase desisto. Problemas simples, mas que acho que são fardos pesados demais para que eu carregue. Mas eu não quero limitar a vida do Jonathan como somente um exemplo de como nos devemos sentir mal por reclamarmos tanto da vida, mas quero mostrar como podemos ser felizes quando acreditamos de fato na felicidade. Quem mesmo nos dias mais escuros podemos encontrar a luz. E que o amor vence o mundo.

Você pode até estar achando esse texto bem clichê, mas eu tenho certeza que alguém estar precisando dessas palavras, pois nenhum palavra é vazia. Por fim, sejam felizes, sejam incríveis.

Alef Jordi
Alef Jordi

Estudante de Letras, criador do blog Qualquer Coisa Vira-lata, Potterhead assumido e um sonhador sem limites. Sonha em publicar um livro antes dos 30. E ama promover ações sociais.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *