BELEZA PERDIDA | AMY HARMON – VERUS EDITORA

Essa será a resenha que eu não sei nem por onde começar. Não que o livro seja ruim, pelo contrário, ele é maravilhoso! Mas justamente pelo fato dele mexer com tantos sentimentos fica difícil expor em palavras tudo que eu senti por ele. Ah! Só para deixar claro: eu gastei muitos post its com ele, e precisei desesperadamente me controlar, porque a vontade que dar é de marcar tudo.

O livro conta a estória de alguns moradores de Hannah Lake, uma cidade do estado da Pensilvânia. O foco da estória estar na Fern, uma jovem ruiva que se achava feia (mas ela não era) e no Ambrose, um garoto que praticava luta livre e era desejado por várias meninas, inclusive a Fern. É impossível fazer uma resenha desse livro e não citar os outros personagens que foram fundamentais para o desenvolver da estória.

Fern sempre foi uma garota que amava ler, inclusive criava os seus próprios romances, todos sempre com a mesma vibe: a garota simples que vive uma estória de amor com o galã. Ela sonhava em publicar os seus livros, mandava sempre cópias para as editoras, mas essas não lhe respondiam. Desde pequena Fern tinha um melhor amigo, estou falando do Bailey, que além de melhor amigo era seu primo. Bailey era uma pessoa diferente das outras, não só pelo fato dele sofrer de distrofia muscular de Duchenne, mas sim por viver intensamente cada momento da sua vida, já que com essa doença seria uma vitória se ele chegasse aos 21 anos. Seu primo era o único que sabia que a garota era apaixonada por Ambrose. Bailey tinha Ambrose como um ídolo, ele era uma espécie de Hercules. Desde pequeno Bailey acompanhava os treinos de luta livre já que o seu pai era o treinador.

tag junina 2

Ambrose poderia ter passado um bom tempo sem notar a Fern, mas a garota começou a escrever cartas para o garoto, entretanto sempre assinava com o nome de sua amiga, que assim como as outras garotas também era “apaixonada” pelo lutador. O que Fern não contava era que Ambrose descobriria que aquelas cartas eram escritas pela menina, no início ele sentiu muita raiva, mas as cartas foram importantíssimas para que ele enxergasse a verdadeira Fern.

Ambrose se deixou ser puxado dali, mas depois parou. De repente ele voltou até onde Fern estava e devolveu o envelope que ela havia lhe entregado apenas alguns minutos antes. Beans esperou, a curiosidade perpassando seu rosto.

‒Aqui. São seus. Só não mostre pra ninguém, tá bom?‒ Ambrose sorriu brevemente, apenas uma torção envergonhada de seus lábios bem formados. E então ele se virou e saiu do prédio, com Beans em seus calcanhares. Fern segurou o envelope contra o peito e se perguntou o que aquilo significava. (páginas 48 e 49)

O livro tem umas passagens de tempo, mostrando acontecimentos importantes que ocorreram no passado e que terão grande importância nas ações futuras. Uma das partes do livro se passa no dia 11 de setembro de 2001, acho que só de olhar essa data todo mundo já se lembra do que ocorreu. Todos ficam bastante chocados com o atentado que o Estados Unidos sofreu. Por algum motivo Ambrose sente a necessidade de se alistar e junto com os amigos embarcam para o Iraque. NÃO É SPOILER, dos cinco que vão para o Iraque só o Ambrose volta, além de perder os amigos, ele acabou tendo parte do seu rosto deformado por causa de uma explosão. Gente eu chorei muito nessa parte, ao passar de cada página você vai se envolvendo com aqueles cinco amigos que mesmo tendo opiniões diferentes são super unidos e fazem qualquer coisa um pelo outro.

E então o inferno ergueu a mão retorcida através da estrada de terra batida e lançou fogo e estilhaços de metal sob os pneus do Humvee na frente do de Ambrose e Paulie, o que carregava Grant, Jesse e Beans ‒ três garotos, três amigos, três soldados de Hannah Lake, Pensilvânia. E aquela era a última coisa de que Ambrose Young se lembrava, o último fragmento do Antes. (Página 121)

Quando o Ambrose volta da guerra ele não consegue ser o mesmo menino de antes, evita ao máximo todos da cidade. Mas é aí que a Fern entra: ela começa a escrever mensagens para ele com o objetivo de ter o velho Ambrose por perto. Não quero ficar dando spoilers dos encontros dos dois já que é lindo a forma que eles conseguem fazer a amizade crescer.

Além de focar na estória Fern e Ambrose, como eu já disse, podemos acompanhar também o Bailey. É muito legal as visitas que ele faz a prima no trabalho, os dois sempre reservavam um dia da semana para fazer a noite do karaokê. Ah! Não poderia deixar de falar para vocês, o Bailey já tinha 21 anos e mesmo tendo as dificuldades causadas pela doença ele estava muito bem. Lembra-se da amiga da Fern? Aquela mesmo das cartas. Eu tenho vontade de contar todo o motivo que me fez chorar horrores, mas eu não posso. Saibam que ela terá um papel muito importante na estória.

Esse livro é bastante diferente dos outros que eu já li. Não é um new adult , também não é um simples romance. É um livro incrível que mostra como nós devemos ter fé em nós mesmos, e mostrar aos outros quantas qualidades eles têm e que eles também têm uma missão nessa vida. Amei as várias citações bíblicas que o livro trás. É bom saber que um livro que teve uma grande projeção passa uma mensagem tão linda. Ah! Ele é considerado uma releitura moderna de A Bela e a Fera, mas sinceramente o livro vai mais além. Como já disse, apesar de focar na vida dos dois, temos outros personagens fundamentais que também tem a sua própria estória.

A resenha ficou bem grande, mas ainda não estar à altura do quanto esse livro é maravilhoso. Vou confessar que um dos principais motivos por ter comprado foi por causa da capa: a editora Verus sempre arrasa! O livro tem 332 páginas, mas sinceramente eu quero mais. Não vejo a hora de ler mais livros da Amy Harmon, estou encantada com a escrita dela.

VITRINE

BELEZA PERDIDA – AMY HARMON | EDITORA: VERUS | VALOR: R$ 23,28

Samila Bezerra
Samila Bezerra

Estudante de Arquitetura na Universidade Federal de Alagoas, é apaixonada por livros e quer conhecer o mundo...

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *