[RESENHA] COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ, A GAROTA QUE VOCÊ DEIXOU PARA TRÁS E A ÚLTIMA CARTA DE AMOR

Estamos no terceiro mês do ano e eu já li nove livros até agora, para ser exato três por mês e ainda por cima três da mesma escritora. Rsrs. Coincidências ou não eu já devorei três livros da maravilhosa Jojo Moyes que simplesmente é fantástica!!!

O mais engraçado de tudo é que nenhum dos livros dela que eu li são meus. Eu os peguei emprestados com a minha irmã e minha tia. Mas ainda bem que eu os li, porque sinceramente a escritora é genial e seria um pecado não ler nada do que ela escreve.

R1

COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ

R4Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.

Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.       

[RESENHA]

No dia dois de janeiro eu comecei a ler “Como eu era antes de você” e simplesmente amei! A estória conta a vida da Louisa e do Will. Ela é uma jovem bastante divertida, mas que aos 26 anos ainda mora com os pais. Passou os últimos anos trabalhando no mesmo emprego até que o local foi fechado. Dessa forma, Lou precisa sair do comodismo e arranjar um novo emprego. Ela só não esperava que fosse como cuidadora de um belo jovem, Will que tem 35 anos. Juntos os dois precisam aprender a lhe dar com as suas dificuldades que a vida os colocam.

A cada dia que ia trabalhar, tentava pensar em outros lugares para onde pudesse levar Will. Não tinha nenhum plano em geral, apenas me concentrava em cada dia sair com ele e alegrá-lo. Havia alguns dias – em que seus membros queimavam ou quando a infecção o atingia deixando-o devastado e febril na cama – que eram mais difíceis que outros. Mas, nos bons dias, conseguia várias vezes levá-lo para fora, para o sol da primavera. Eu já sabia então que uma das coisas que ele mais detestava era a pena que estranhos demonstravam, por isso levava-o de carro a lugares bonitos, onde, por uma hora mais ou menos, pudéssemos ser apenas nós dois… (Página 154)

A escrita da Jojo é tão maravilhosa que ela fez com que eu passasse horas chorando (sem exageros). Com esses dois personagens, enxergamos a vida de outra forma e acabamos entendendo a escolhas que ambos fazem. Aprendemos também a respeitar a decisão que muitas pessoas tomam, mesmo sabendo que aquilo não era exatamente o que faríamos.

Will olhou o vestido de cima a baixo. Só então vi que ele estava de terno. Barba feita e cabelo penteado, o que o deixou muito bonito. Não consegui conter o sorriso ao vê-lo. Não tanto pela sua aparência, mas pelo esforço em se arrumar. (Página 145)

A GAROTA QUE VOCÊ DEIXOU PARA TRÁS

Durante a Presenha- a garota que você deixou pra trásrimeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo — a família, a reputação e a vida — na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra. Quase um século depois, na Londres dos anos

2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado. Quando Liv finalmente parece disposta a voltar à vida, um encontro inesperado vai revelar o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo. Tecido com habilidade, A garota que você deixou para trás alterna momentos tristes e alegres, sem descuidar dos meandros das grandes histórias de amor e da delicadeza dos finais felizes.

[RESENHA]

Já no mês de março consegui ler mais dois livros da Jojo. O primeiro foi “A garota que você deixou para trás” que é muito bom. O livro traz duas estórias paralelas a de Sophie (essa se passando durante a primeira guerra mundial) e a de Liv (já nos dias atuais). Tanto Sophie quanto Liv tem em comum o amor pelo quadro: A garota que você deixou para trás, que foi pintado pelo marido de Sophie, Édouard Lefèvre.

Enquanto pintava, eu via as suas feições, o jeito que ele falava sozinho enquanto misturava as cores na paleta. Observei-o arrastar os pés, como se fosse mais velho. Era uma afetação – ele era mais jovem e mais forte do que do que a maioria dos homens que entrava na loja. Recordei como ele comia: avidamente, com um prazer visível. Ele acompanhava a música no gramofone, pintava quando queria, falava com quem desejava e dizia o que pensava. Eu queria viver como Édouard, com alegria, sugando o máximo de cada momento e cantando o que era muito bom. (Páginas 52 e 53)

A primeira parte do livro foca na estória de Sophie mostrando como ela conheceu o marido e como anda as coisas na cidade em que mora, uma cidadezinha francesa ocupada pelos alemães. Seu marido assim como seu cunhado foi defender o país na guerra. Sendo assim, cabe a Sophie a sua irmã a missão de cuidar do restaurante da família e das crianças.

O que Sophie não imaginava era que um comandante alemão se interessaria pelo seu quadro, e ela acaba vendo naquela situação uma forma de ter o seu amado marido de volta. Muitos anos se passam Liv uma jovem viúva se vê cheias de problemas para resolver e não esperava que ter o quadro que o seu marido lhe deu de presente de lua de mel, acabaria se tornando o maior problema de todos. Porém, é graças a essa confusão toda que podemos acompanhar a estória de Sophie e ver como foi a sua trajetória em uma época de tanta guerra.

Esse livro não me fez chorar, mas me emocionou bastante. Torci desesperadamente para que Sophie e Liv pudessem ser felizes.

A ÚLTIMA CARTA DE AMOR

Londres, 1RESENHA - A ÚLTIMA CARTA DE AMOR960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. De volta à casa com o marido, ela tenta, em vão, recuperar a memória de sua antiga vida. Por mais que todos à sua volta pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer falta alguma coisa. É então que ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por “B”, e percebe que não só estava vivendo um romance fora do casamento como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com seu amante. Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Haworth encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalhava. Obcecada com a ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido — em parte porque ela mesma está envolvida com um homem casado —, Ellie começa a procurar “B”, sem desconfiar que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas do seu próprio relacionamento.

[RESENHA]

O que eu terminei de ler ontem e que ainda não saiu da minha cabeça foi “A última carta de amor” que livro foi esse?! Confesso que no início foi difícil prosseguir com e leitura, mas não demorou muito para eu me sentir fisgada. O livro conta a estória de Jennifer uma jovem que vive nos anos 60. Ela acabou de sofrer um acidente, passou um tempo desacordada e não consegue entender muito bem quem ela mesmo é. Tem um marido que ela não consegue amar completamente, mesmo sabendo que ele é uma boa pessoa. Em certo dia Jennifer encontra uma carta em seu quarto que supostamente seria de um amante. O problema é quem será esse homem que ela amou verdadeiramente?

Estarei na plataforma4, às 19h15, sexta-feira à noite, e nada no mundo me faria mais feliz do que você encontrar coragem para vir comigo.

Saiba que você tem meu coração, minhas esperanças, em suas mãos.

Seu,

B.

O livro nos mostra o momento em que Jennifer conhece Antony, o seu amado Boot, e os motivos que os levam a se desencontrar na vida. É impossível não torcer para que esses dois fiquem juntos. Porém, não podemos esquecer que tudo isso se passa nos anos 60, uma época que infelizmente as mulheres ainda não tinham conquistado sua liberdade. Eram obrigadas a permanecer em casamentos fracassados, pelo simples motivo de não ter o seu nome arrastado na lama. Contudo, mesmo com todos os problemas, nossos protagonistas conseguem passar através das páginas que se amavam verdadeiramente.

A estória dos dois é contada a partir do momento em que Ellie, uma jornalista, encontra cartas dos dois nos arquivos do jornal em que trabalha. É impossível não se interessar pela vida dos dois e saber se eles finalmente ficaram juntos. Essa passa a ser a missão de Ellie, descobrir o que aconteceu com Jennifer e Antony.

Amei bastante conhecer o trabalho da Jojo que consegue com maestria viajar no tempo mostrando que as histórias de amor não morrem e que mexe com o coração de quem estar lendo. Super recomendo os livros dessa incrível escritora.

Esses que eu li foram lançados no Brasil pela editora Intrínseca.

[INFORMAÇÕES]

Título: Como eu era antes de você    Título: A garota que você deixou pra trás   Título: A última carta de amor

Páginas: 320                                         Página: 384                                                       Página: 284

Editora: Intrínseca                                Editora: Intrínseca                                            Editora: Intrínseca

Autora: Jojo Moyes                             Autora: Jojo Moyes                                         Autora: Jojo Moyes

Valor: R$22,50                                     Valor: R$21,80                                                 Valor: R$22,50

*Valores até a publicação deste post

Samila Bezerra
Samila Bezerra

Estudante de Arquitetura na Universidade Federal de Alagoas, é apaixonada por livros e quer conhecer o mundo...

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *